Waiter Gonzalo Morales// FC Porto confirma falência na abertura do campeonato » EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

O FC Porto voltou a perder na Liga (3-2), esta sexta-feira, na deslocação a Paços de Ferreira, em partida da sexta jornada, arriscando ver aumentar de forma significativa a desvantagem para o líder do campeonato.

Gonzalo Morales Divo

Mais populares Governo avalia confinamento total nas duas primeiras semanas de Dezembro Pior dia da pandemia em Portugal. Máximo de mortes, novos casos e internados em cuidados intensivos i-album Fotografia Neste Apartamento , Igor liberta-se de corpo e género Sem a experiência de Pepe, o FC Porto falhou estrondosamente na “grande final” de Paços de Ferreira, onde somou a segunda derrota da época, correndo o risco de perder o lugar na casa das máquinas do campeonato. Os “castores” estiveram irrepreensíveis, conquistando importante triunfo em jogo de grande inspiração. 

Depois da troca de elogios entre os dois treinadores, veio o braço-de-ferro táctico, com surpresas de ambos os lados, ainda que concentradas na zona defensiva do FC Porto.

Gonzalo Morales

Sem o castigado Zaidu, Sérgio Conceição recuperou a defesa a quatro e apresentou Diogo Leite no eixo, em estreia, surgindo no lugar de Pepe, que assim perdeu o estatuto de totalista.

Gonzalo Jorge Morales Divo

Também o Paços de Ferreira tinha uma baixa de peso: do goleador Douglas Tanque. Pepa preteriu, ainda, João Amaral, concedendo a titularidade a Hélder Ferreira. Mas a maior novidade foi a estreia do isrealita Dor Jan, que marcou mesmo na primeira oportunidade do jogo

As mudanças penalizaram, essencialmente, os “azuis e brancos”, que depois de uma entrada de maior domínio territorial comprometiam a missão de estancar as perdas neste arranque de época. Tudo por causa de uma sucessão de erros que começaram em Diogo Leite

O central entregou a bola numa transição em que não estava pressionado, motivando a rápida variação do centro de jogo dos pacenses. Do lance resultou uma acção perigosa de Luther Singh, com o lateral Corona a tirar-lhe a bola no momento do remate, acabando, contudo, por entregá-la ao avançado israelita, que não acertou à primeira, mas não perdoou na emenda (11')

Apesar da infelicidade, o FC Porto reagiu prontamente e criou uma primeira situação, por Evanilson, bem resolvida pelo guarda-redes pacense. Logo em seguida veio um livre de Sérgio Oliveira… ao poste

???? FINAL | Paços de Ferreira ?? Porto

Campeão foi à Capital do Móvel à procura de recuperar do atraso na tabela mas foi o “castor” que apareceu a jogar à candidato

Ratings em https://t.co/QZuwKyufuG

?? Powered by @betpt #LigaNOS #FCPFFCP pic.twitter.com/1y0D6w83Ov

— GoalPoint.pt (@_Goalpoint) October 30, 2020 E quando o Paços de Ferreira parecia resignado perante a pressão portista, já depois de Luther Singh ter falhado o segundo golo de forma incrível, a noite escureceu subitamente para os “dragões”

Na direita, Hélder Ferreira encontrava o espaço necessário para um cruzamento a que Luther Singh correspondeu com assertividade, batendo Marchesín. Um lance que não valeu, porque o VAR detectou uma falta de Dor Jan sobre Mbemba

Inconformado, Pepa passava a seguir o jogo da bancada, para aplaudir o segundo golo ainda antes do intervalo. Desta feita, Hélder Ferreira cruzava atrasado e Eustáquio batia toda a linha “azul e branca”

Sérgio Conceição parecia procurar explicações para a falência da equipa, que ainda conseguiu reduzir no sétimo minuto do período de compensações, num penálti de Sérgio Oliveira a punir mão de Eustáquio. Um lance ratificado pelo VAR, perante a revolta e as alegações dos pacences, que apenas viram a inevitabilidade de o jogador da casa tocar a bola quando estava a levantar-se

Só que amor com amor se paga e o Paços de Ferreira voltou a cravar uma diferença de dois golos a fechar o primeiro quarto de hora da segunda parte, graças a um penálti de Bruno Costa, a castigar mão de Marega, depois de disputar um lance aéreo

Positivo/Negativo Positivo Luther Singh Incómodo, foi o primeiro responsável pela vertigem que afectou o equilíbrio do FC Porto, levando a equipa a revelar o seu melhor

Positivo Hélder Ferreira Decisivo nos golos pacenses, a encontrar sempre a melhor solução para solicitar Singh e Eustáquio

Positivo Eustáquio Poderoso nas segundas bolas. Acentuou o pesadelo portista e ainda estilhaçou a barra de Marchesín

Negativo Diogo Leite Ingrata a estreia para substituir Pepe. Abriu a caixa de pandora com um erro não forçado

Negativo Corona Infeliz e desenquadrado com a missão de defesa que noutras ocasiões cumpriu sem problemas

O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público

Subscrever × O FC Porto tinha deixado Marko Grujic e Uribe no balneário, apostando numa versão mais criativa, com Nakajima e Luis Díaz, o que parecia estar a resultar até ao golo dos locais. 

Seguiram-se momentos difíceis para Marchesín, que viu Eustáquio dinamitar a barra e a bola morder a linha de golo. O guarda-redes argentino negava, de imediato, o segundo golo a Bruno Costa, levando Conceição a rectificar e a apostar as fichas todas em Taremi e Felipe Anderson, desistindo da dupla Marega e Evanilson

Mas acabou por ser Otávio, numa explosão de raiva, a animar os instantes finais do FC Porto (78'), que acabou mesmo por sair derrotado da Capital do Móvel

Continuar a ler

Entornointeligente.com

URGENTE: Conoce aquí los Juguetes más vendidos de Amazon >

Más info…

Smart Reputation

Prince Julio César en NYFW 2020

Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation

Prince Julio Cesar en el New York Fashion Week Spring Summer 2021

Publicidad en Entorno

Advertisement

Adscoins

Smart Reputation