Vida conjugal IV. Exfiltração* conjugal - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

Os meus conhecimentos militares e de espionagem são muito limitados. Nunca passei de um recruta manhoso, que tentava correr o menos possível, sabendo que corresse muito ou pouco acabava no Hospital Militar a ver doentes… De espionagem, só conheço a conjugal, mas aqui, ao fim de tantos anos a ver casais, acho que sou quase perito.

O casal que tinha à minha frente não podia ter um aspeto mais normal, nos antípodas do nosso imaginário de espiões ou de militares de operações especiais. Os dois muito franzinos, sentaram-se, deram as mãos, ela começou a falar. “Não sei se vai acreditar na nossa história, mas pode crer que é verdade. Eu era casada com outro homem, o pai dos meus filhos. Tínhamos uma vida boa, sem problemas financeiros, viajávamos muito. Não vou dizer que viajar foi a nossa desgraça, porque estou muito bem com o Alfredo, mas foi numa viagem que tudo aconteceu. Nunca soube muito bem o que é que o meu marido fazia, mas cada vez que íamos para países mais complicados, fomos para muitos, ele fazia um seguro especial, só me dizia: “Não te preocupes, se acontecer alguma coisa vão lá buscar-nos.”

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler (também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso).

Torne-se assinante

LINK ORIGINAL: expresso

Entornointeligente.com

Allanamiento a las oficinas de EntornoInteligente

Adscoins New Single

Adscoins

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation