'Treinador brasileiro já foi um pouco ultrapassado', disse Jesus antes de assumir o Flamengo - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

A revista francesa “So Foot” publicou recentemente dias uma entrevista com o técnico do Flamengo, Jorge Jesus, feita pelo jornalista português André Piris, em Lisboa, no ano passado, quando ele ainda era treinador do Al-Hilal, da Arábia Saudita. Na edição ao qual O GLOBO teve acesso, oito páginas foram dedicadas ao atual comandante rubro-negro, e a primeira delas traz uma foto de Jesus com o uniforme do Flamengo.

Embora tenha falado à revista francesa antes de chegar ao Brasil, o técnico português comentou a diferença entre treinadores de seu país e os brasileiros, deixando claro que o talento dos jogadores do Brasil influencia na forma de trabalhar dos técnicos por aqui.

“O treinador brasileiro já foi um pouco ultrapassado em tudo que diz respeito ao treinamento. Você acha que isso acontece por quê? Porque sempre tiveram grandes jogadores e esses resolvem os problemas táticos sozinhos. Os treinadores não foram obrigados a pensar e criar ideias coletivas. E acabaram sendo ultrapassados. Agora está começando a mudar. Eles querem todos vir para a Europa para entender nossa metodologia de treinamento. Mas as criançsa brasileiras continuam a jogar na rua, e é na rua que a gente cria os talentos”, declarou Jorge Jesus na ocasião. Uma das páginas da entrevista de Jesus à revista francesa Foto: Reprodução

Antes, na entrevista à “So Foot”, ele havia citado a situação dos portugueses, obrigados a lidar com vendas em excesso de atletas. E sem a mesma realidade de formação de jogadores como no Brasil.

“Os clubes portugueses precisam vender jogadores para poder sobreviver. Os treinadores portugueses são habituados a formar jogadores sabendo que no dia seguinte eles podem ser vendidos, e tem que botar outro para explorar potencial. É o que chamamos de antecipação. Estive à frente de grandes equipes portuguesas, o Benfica e o Sporting, os fatores importantes para ser treinador dessas equipes são os resultados, e o fato de saber fazer os jogadores progedirem porque são importantes financeiramente. O técnico do Real não precisa disso, do PSG também não. Eles tem que conservar os melhores jogadores e procurar outros para melhorar ainda mais. Eis a razão pela qual o treinador português tem vantagem sobre os outros”.

PUBLICIDADE Ao longo da entrevista, Jesus fala sobre seu perfil como técnico, e opina que os portugueses são os melhores treinadores do mundo. Em seguida, afirma o que ouve de seus comandados e se define como “criador”.

“99,9% dos meus jogadores dizem que sou um grande treinador, diferente de todos os outros. O que transmito são ideias de jogo, conceitos práticos que o jogador aprende rápido. Pouca filosofia, nada de teorias. A minha ideia do futebol tem a ver com a minha sensibilidade, que está relacionada com as minhas origens e minha liderança, claro (…) O que faz de mim um treinador diferente é que eu sou um criador”.

LINK ORIGINAL: OGlobo

Entornointeligente.com

Allanamiento a las oficinas de EntornoInteligente

Adscoins New Single

Adscoins

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation

Más en EntornoInteligente.com