Tite tira a pressão sobre Neymar: "Ele é um ser humano" + - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

22/06/2018 – Jornal do Brasil. / O técnico da seleção brasileira, Tite, evitou falar sobre o choro de Neymar ao fim da partida contra a Costa Rica,  mas lembrou das dificuldades enfrentadas pelo atacante nos últimos meses, após sua fratura no pé. “Eu não vi ele chorando. Vocês terão a oportunidade de perguntar para ele. Neymar ficou três meses e meio parado, e a partida anterior foi a primeira que ele jogou o tempo todo. Ele é um ser humano, precisa de tempo para recuperar o padrão alto. Todos tem que assumir sua responsabilidade para que individualidade possa aparecer. Ele vai chegar sim, podem ter certeza.”

Tire prosseguiu: “A alegria, a satisfação e o orgulho de representar o Brasil é muito grande. Ele tem a responsabilidade, a alegria, e também sofre a pressão. Ele tem a coragem para externar isso. Respeito as características de cada um.”

Tite ainda falou sobre o rodízio de capitães na seleção. “A responsabilidade está diluída, a liderança está diluída na equipe. Cada um tem seu tipo de liderança.”

Para o técnico, houve o pênalti no Neymar VAR

Se o árbitro do jogo teve dúvidas e decidiu consultar o VAR para comprovar se o lance em Neymar, no segundo tempo, havia sido pênalti ou não, para Tite, a jogada foi clara. “Pra mim foi pênalti”. Contudo, o técnico disse que respeitava a decisão do juiz, que acabou voltando atrás após marcar a penalidade.  “Ali, ele poderia tanto dar como não dar. Se sou eu o arbitro, não volto, mas respeito porque é passível de erro”, disse, complementando: “Não preciso de árbitro para ganhar jogo. Queremos ganhar sendo competentes. Mas como fizeram agora, tinham que ter feito no outro jogo”, disse referindo-se à falta sobre Miranda não marcada no gol da Suíça, na primeira partida.

Tite comentou ainda sobre a evolução da seleção no segundo jogo. “A equipe está se construindo dentro da competição. E eu tenho que potencializar esse crescimento. Em termos criativos e de precisão, ainda estamos devendo, mas fizemos um grande segundo tempo. Botamos volume, finalização, Navas (goleiro da Costa Rica) jogou muito. No primeiro tempo, estávamos ansiosos. No segundo tempo, não.”

Tombo

Com bom humor, o técnico falou ainda sobre o tombo que sofreu ao comemorar o primeiro gol do Brasil. “Acho que rompi o músculo. Não consigo andar direito… Cara, eu não tava acreditando que a gente não conseguia fazer gol. Saí pra comemorar e bum!”

Coutinho

Philippe Coutinho, mais uma vez eleito o melhor em campo, também participou da entrevista e enalteceu o empenho da equipe. “Foi um jogo difícil, como já esperávamos. Buscamos a vitória desde o primeiro minuto, tivemos a paciência correta e fomos premiados com gol no final.”

Coutinho também falou sobre Neymar. “Sabemos que ele teve uma lesão difícil, passou por um período difícil, e a sua alegria de estar de volta aos gramados contagia a equipe. Ele está alegre dentro de campo.”

Entornointeligente.com

Advertisement

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation