Sporting diminui prejuízo anual para 7,9 milhões - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

A Sporting SAD terminou a temporada de 2018/2019 com prejuízos de 7,87 milhões de euros, um número que apresenta melhorias face às perdas de 19,9 milhões do período homólogo, de acordo com o relatório e contas divulgado junto da Comissão do Mercado de Valores Mobiliário (CMVM). 

Como justificação do resultado, a administração sublinha a ausência do clube leonino da Liga dos Campeões e explica ainda que teria um resultado líquido positivo de 700 mil euros caso não fossem contabilizados os custos associados aos jogadores Alan Ruiz, André Pinto, Luc Castaignos, Josip Misic, Bruno Gaspar e Freddy Montero.

O volume de negócios, com as transações dos jogadores, cresceu 20,2%, para 151,6 milhões de euros, um valor ” superior a todas as épocas desportivas anteriores com a excecção da época 2016/17″ justificável pelo “aumento do rendimento com transações de jogadores” que ascenderam aos 75,7 milhões, um valor muito superior ao do ano passado.

A venda de Cristiano Piccini, os acordos com o Betis, o Wolverhampton e o Atlético de Madrid no que toca às contratações de William, Rui Patrício e Gelson Martins foram alguns dos contributos para este aumento de vendas. 

Por outro lado, as receitas operacionais tiveram uma queda de 17%, que excluem os passes dos jogadores, para 75,8 milhões de euros, o que representa um decréscimo de cerca de 15,9 milhões de euros, justificado pela presença do clube na Liga Europa, quando na época anterior disputou a Liga dos Campeões e a fase eliminatória da Liga Europa.

Os direitos com as transmissões para a televisão caíram 5%, para 24,5 milhões de euros e as receitas de bilheteira de 17 milhões para 14,8 milhões, segundo o mesmo documento. 

O Sporting SAD revelou ainda custos com o reforço do plantel para a época de 2019/2020. Segundo o documento, Vietto custou 7,9 milhões de euros, Rafael Camacho 5,6 milhões, Rosier 5,3 milhões. Estes valores incluem as comissões pagas – 400 mil euros no caso de Vietto, 600 mil euros no caso de Rafael Camacho e 300 mil euros no caso de Rosier. Também Luís Neto, que chegou a Alvalade a custo zero, custou 800 mil euros em comissões ao clube leonino.

 

LINK ORIGINAL: iOnline

Entornointeligente.com

Advertisement

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation

161324