Soul de Aretha depois de 46 anos na gaveta - Cultura - Correio da Manhã - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

Para muitos, nunca Aretha Franklin subiu tão alto, em termos de voz e de emoção, como nos dois dias em que gravou um concerto gospel na igreja de New Bethel Baptist, em Los Angeles. Estava-se no ano de 1972 e o registo áudio e vídeo dessa atuação é a base de ‘Amazing Grace’, filme-concerto já em exibição nas salas portuguesas. Com 30 anos na época, Aretha Franklin gravou na ocasião um álbum duplo, que se tornaria o mais vendido e celebrado da sua longa carreira, com dois milhões de exemplares comercializados só nos Estados Unidos e a distinção de dupla platina. Acompanhada do reverendo James Cleveland e do Southern California Community Choir, a artista deu, na altura, voz a 27 temas, incluindo versões únicas de ‘How I Got Over’ ou do célebre ‘You’ve Got a Friend’. Acabado de ser nomeado para um Óscar pelo filme ‘Os Cavalos Também se Abatem’, o realizador Sydney Pollack aceitou então dirigir o documentário, mas a obra ‘Amazing Grace’ esteve 46 anos guardada, devido a vários problemas técnicos. Sem claquetes nem marcas que indicassem a sincronização do som com a imagem, os montadores perderam-se na edição, obrigando a um trabalho, com recurso a tecnologia digital, que só em 2018 ficou concluído. O carisma de Aretha Franklin pressente-se em cada canção, permitindo lembrar a soul de uma artista multipremiada, que morreu a 16 de agosto do ano passado, aos 76 anos, vítima de um cancro no pâncreas.
LINK ORIGINAL: Correio da manha

Entornointeligente.com

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation