Rendas caíram 6% no primeiro ano da pandemia » EntornoInteligente

Rendas caíram 6% no primeiro ano da pandemia

rendas_cairam_6_25_no_primeiro_ano_da_pandemia.jpg

Entornointeligente.com / Entre o primeiro trimestre de 2020, quando eclodiu a pandemia da covid-19, e o primeiro trimestre de 2021, as rendas das casas diminuíram 18% em Lisboa e 8% no Porto. Os dados são da Confidencial Imobiliário e resultam do Índice de Rendas Residenciais, que monitoriza o comportamento do mercado de arrendamento tendo por base as rendas dos novos contratos realizados. A nível nacional, a variação homóloga do valor das rendas foi uma descida de 6%.

De acordo com a empresa especializada em estatísticas, o índice tem vindo a cair há quatro trimestres consecutivos, sendo que no primeiro trimestre deste ano as rendas caíram 2,6% face ao último de 2020. Em variações homólogas, o agravamento expressivo (para os -6%) deu-se no primeiro trimestre deste ano, depois de no final de 2020, altura em que o indicador entrou em terreno negativo pela primeira vez em mais de seis anos, o valor apurado ter sido de -0,7%.

Numa nota enviada às redacções, a Confidencial Imobiliário analisa a situação particular de Lisboa, o mercado que primeiro iniciou o ciclo de descidas, mais pressionad pelo aumento da oferta que surgiu com a migração de imóveis antes dedicados ao turismo. A empresa refere que “a variação homóloga de -18% acentua a quebra de 16,8% registada no final de 2020”. “Em termos trimestrais, as rendas na capital recuaram 3,7% no primeiro trimestre de 2021, descendo há cinco trimestres consecutivos, com contracções em cadeia bastantes vincadas de -2,3% a -6,9%”, refere.

No Porto, a descida homóloga das rendas no primeiro trimestre de 2021 é igualmente mais forte do que a observada no final do ano, quando este indicador atingiu -4,5%. As rendas no Porto desceram 3,2% no mesmo período, uma variação trimestral idêntica à observada no quarto trimestre de 2020. No caso do Porto, as rendas caem há três trimestres consecutivos.

As rendas das casas em Portugal apresentavam um valor médio de 9,4 euros por metro quadrado (m2) nos contratos realizados no primeiro trimestre de 2021. Em Lisboa, o valor médio dos novos contratos de arrendamento era de 12,2 euros por m2 e no Porto esse valor era de 10 euros por m2.

LINK ORIGINAL: Publico

Entornointeligente.com

URGENTE: Conoce aquí los Juguetes más vendidos de Amazon www.smart-reputation.com

Cafecito Informativo

Smart Reputation

Noticias de Boxeo

Boxeo Plus
Boxeo Plus
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation

Adscoins

Smart Reputation

Smart Reputation