PS, BE e PCP confiantes de que "é possível ultrapassar" o veto à inseminação post mortem » EntornoInteligente

PS, BE e PCP confiantes de que “é possível ultrapassar” o veto à inseminação post mortem

ps_2C_be_e_pcp_confiantes_de_que_e_possivel_ultrapassar_o_veto_a_inseminacao_post_mortem.jpg

Entornointeligente.com / Marcelo Rebelo de Sousa vetou nesta quinta-feira o  decreto relativo à inseminação  post mortem , mas o PS, BE e PCP ― os partidos cujos diplomas deram origem à proposta final ―tencionam trabalhar nas alterações necessárias para aprovar o recurso à procriação medicamente assistida (PMA) através da inseminação após a morte do dador em casos expressamente consentidos.

O diploma foi aprovado a 25 de Março com votos a favor de PS, BE, PCP, PAN, PEV e Iniciativa Liberal (IL) e das deputadas não-inscritas (tendo ainda registado a abstenção de cinco deputados socialistas). PSD, CDS-PP e Chega votaram contra. Na origem do veto presidencial estão as questões relacionadas com a herança, mas os três partidos acreditam que um conjunto de “pequenas alterações” será suficiente para responder à decisão do Presidente da República e destacam que Marcelo Rebelo de Sousa não levanta objecções de fundo ao projecto, mas apenas a duas questões concretas.

Em resposta ao PÚBLICO, o vice-presidente da bancada do PS, Pedro Delgado Alves destaca que a mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa ” não levanta objecções de fundo, jurídicas ou políticas, àquilo que é o essencial do projecto “, isto é, ao alargamento da  procriação medicamente assistida post mortem  quando há consentimento. “O que retiramos da mensagem são os dois aspectos para os quais o Presidente da República pede um aprofundamento do que lá se encontra”, acrescenta. 

Pedro Delgado Alves antecipa que será necessário “mais detalhe e maior articulação com o regime sucessório do Código Civil ” e “uma clarificação e pormenorização do que diz respeito ao regime transitório dos meios de prova para demonstrar a existência de consentimento”. Alterações que o deputado socialista considera que, não deixando de ser “aspectos importantes”, são “dois pormenores” que podem ser “trabalhados em breve” para a elaboração de um novo decreto. “Não há ali especial complexidade adicional que não possa ser superada”, assevera Delgado Alves.

O socialista assinala que o veto “terá de ser lido e haverá um prazo de 15 dias que tem de se aguardar”, mas acredita que “logo que esteja em condições com os restantes proponentes para voltar a ser apresentado” o decreto será “rapidamente corrigido”. 

Também o deputado Moisés Ferreira garantiu que “da parte do Bloco” há ” toda a disponibilidade para que as dúvidas sejam dissipadas “. O parlamentar destaca ainda que “não são levantadas dúvidas sobre o que é nuclear na alteração legislativa que a Assembleia da República propôs” e que por isso “a possibilidade da inseminação  post mortem  não é colocada em causa”.

Já para Paula Santos, do PCP, as questões levantadas pelo Presidente da República “são de enorme complexidade”. “Fizemos uma primeira leitura e iremos apreciar com maior profundidade todos os aspectos que estão a ser suscitados”, disse ao PÚBLICO. Ainda assim, num primeiro olhar, a deputada comunista acredita que ” há possibilidades e condições para ultrapassar as questões suscitadas pelo Presidente da República ” e “encontrar soluções”. O PCP está também disponível para trabalhar com os restantes partidos, tal como aconteceu no decreto vetado. “Mantemos essa disponibilidade”, declara Paula Santos.

Do lado dos partidos que votaram contra a aprovação do decreto, o Chega recebeu “com registo positivo” o veto presidencial, argumentando que o diploma era “uma enorme precipitação legislativa”. Numa declaração gravada em vídeo, André Ventura, líder e deputado do partido, afirma que o decreto tinha “enormes falhas e dificuldades jurídicas” e “questões éticas que não estão resolvidas”. O deputado pede “uma reflexão de todas as forças políticas”, mas também “da sociedade civil” para “não legislar com pressa”. Em comunicado, a direcção do partido pede “consenso e prudência”.

LINK ORIGINAL: Publico

Entornointeligente.com

URGENTE: Conoce aquí los Juguetes más vendidos de Amazon www.smart-reputation.com

Cafecito Informativo

Smart Reputation

Noticias de Boxeo

Boxeo Plus
Boxeo Plus
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation

Adscoins

Smart Reputation

Smart Reputation