Preso por violar enteada diz que só queria ver se a menina ainda era virgem - Mundo - Correio da Manhã - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

Um homem de 44 anos, residente na cidade brasileira de Uberaba, interior do estado de Minas Gerais, foi preso por violar sexualmente a própria enteada, uma menina de 15 anos, e deu uma explicação estapafúrdia para o seu injustificável ato. À polícia, o padrasto tentou justificar o crime alegando que queria apenas saber se a enteada ainda era virgem.

Segundo o homem, os vizinhos comentavam no bairro que a menina “já não era moça”, rumores que chegaram aos ouvidos dele e que o incomodaram. Como não adiantava perguntar à enteada, acrescentou aos agentes que o interrogaram, pois ela com certeza mentiria, decidiu comprovar se os rumores tinham algum fundamento.

Num momento em que a mulher dele, mãe da adolescente, estava a dormir profundamente sob o efeito de potentes remédios de uso controlado, ele foi ao quarto onde a enteada estava com o irmão mais novo e chamou-a para irem para outra divisão da residência e resolverem essa questão. Como a menina se recusou a ir para outra parte da casa com ele, o homem foi buscar uma faca e obrigou-a, tendo consumado o ato sexual contra a vontade dela, que ainda tentou evitar, lutou e ficou ferida nos braços.

Um dia depois, a adolescente contou à mãe a violação que tinha sofrido, a mulher sentiu-se mal e tiveram de chamar o SAMU, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Quando os socorristas chegaram e souberam pela adolescente a razão de a mãe dela estar a passar mal, chamaram a polícia e o padrasto foi preso.
LINK ORIGINAL: Correio da manha

Entornointeligente.com

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation