Presidente do México afirma que ação da Guarda Nacional foi para 'proteger' migrantes - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

CIDADE DO MÉXICO – Em sua tradicional entrevista coletiva matutina, o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador , disse que as ações promovidas na segunda-feira pela Guarda Nacional na fronteira com a Guatemala foram para garantir a segurança da caravana de migrantes centro-americanos que tentam chegar aos Estados Unidos, aplicando a “ordem” “sem violar os direitos humanos”.

— Se não cuidamos deles, se não sabemos quem eles são, se não temos um registro, eles atravessam a fronteira, chegam ao norte e lá são capturados por grupos de delinquentes que os agridem e depois desaparecem, como costumava acontecer antigamente — disse López Obrador. — Precisamos que respeitem nossas leis, como fazem todos os países, sem violar os direitos humanos e também com proteção.

Podrán decir que el derecho a la salud es utopía, pero el sueño se va a cumplir. Conferencia matutina. https://t.co/v04D7DpqDt

— Andrés Manuel (@lopezobrador_) January 21, 2020

 

O discurso do presidente mexicano foi corroborado pelo chanceler Marcelo Ebrard em outra entrevista coletiva também nesta terça-feira. Segundo o ministro das Relações Exteriores, o México “é um dos países mais generosos” em termos de questões migratórias. Ebrard também defendeu a atuação da Guarda Nacional, que ele qualificou como “respeitosa” no trato aos migrantes durante o embate que aconteceu na segunda-feira em Tecún Umán, na fronteira entre a Guatemala e o estado mexicano de Chiapas.

Leia mais: México impede passagem de caravana de centro-americanos que rumavam para os EUA

— A Guarda Nacional se comportou de acordo com as ordens que lhe foram dadas. Felizmente não houve feridos e não temos uma situação para lamentar. Apesar das pedras atiradas e de uma situação muito tensa, podemos dizer que, se alguém tinha intenção de provocar (violência), não alcançou seu objetivo — disse Ebrard.

PUBLICIDADE Desde ontem circulam nas redes sociais vídeos que mostram a ação da Guarda Nacional nas proximidades do rio Suchiate, em Tucún Umán. As filmagens mostram a perseguição dos militares aos migrantes e o enfrentamento entre os grupos, que se atacaram com paus e pedras. A Guarda Nacional também disparou gás lacrimogêneo contra os migrantes, de maioria hondurenha.

Enfrentamientos entre integrantes de la #CaravanaMigrante y la #GuardiaNacional de #México al cruzar el Río Suchiate que divide #Guatemala y México #Honduras

👇🏾

pic.twitter.com/9G9ol1IEOy

— Carlos Mendoza (@_Cmendoza) January 20, 2020

 

Sem passagem O governo mexicano disse que continuará impedindo a passagem de caravanas de migrantes sem documentos que tentam ingressar ilegalmente no México. Segundo o chanceler Marcelo Ebrard, cerca de mil pessoas tentaram atravessar a fronteira sul com a Guatemla.

— Não sabemos se vai aparecer outro contigente, mas, se assim for, teremos o mesmo tipo de resposta (…) o mesmo tipo de posição — afirmou Ebrard.

O Instituto Nacional de Migração (INM) mexicano disse anteriormente que 110 migrantes sem documentação foram deportados para Honduras por via aérea, embora não tenha especificado se eles fazem parte do grupo que tentou atravessar a fronteira na segunda-feira. De acordo com Ebrard, outras 144 pessoas foram transportadas por via terrestre.

O grupo chegou a Honduras no começo da noite.

Ontem, o embaixador de Honduras no México, Alden Rivera, disse esperar que cerca de 2.500 pessoas sejam repatriadas para seu país entre esta semana e a próxima.

PUBLICIDADE Ativistas de direitos humanos tem criticado a posição do México, acusando o país de ter reforçado no último ano suas medidas para impedir a imigração irregular, depois que o presidente americano, Donald Trump , pressionou seu parceiro e vizinho do sul para frear essas ondas, ameaçando impor tarifas às importações mexicanas.

LINK ORIGINAL: OGlobo

Entornointeligente.com

Allanamiento a las oficinas de EntornoInteligente

Adscoins New Single

Adscoins

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation