Prefeitura de SP decide antecipar o início da vacinação fracionada contra a febre amarela para 25 de janeiro - EntornoInteligente

Entornointeligente.com / G1 Globo / Após anunciar que a vacinação fracionada contra a febre amarela seria aplicada somente a partir do dia 26 de janeiro por causa do feriado de aniversário da cidade de São Paulo, a Prefeitura decidiu antecipar o início da vacinação para a próxima quinta-feira (25) para conter o desespero da população. A lista dos postos que irão abrir para fornecer a vacina na próxima quinta-feira (25) ainda não foi informada pela Secretaria Municipal da Saúde, mas as áreas de risco serão priorizadas.

Com o início da vacinação fracionada, a vacinação com dose convencional deixará de ser aplicada na cidade. O objetivo é imunizar o maior número de pessoas para evitar novas mortes. Veja a relação dos postos que estão aplicando a vacina atualmente.

Áreas de risco em SP, segundo a Prefeitura (Foto: Reprodução/TV Globo)

O número de mortes por febre amarela silvestre no estado de São Paulo subiu para 36 desde janeiro do ano passado, segundo balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde. Ao todo, foram 81 casos confirmados de contágio da doença. Dos 81 casos, 41 foram em Mairiporã, na Grande São Paulo.

Desde o anuncio da vacinação fracionada e confirmação de novas mortes por febre amarela, os postos de saúde têm ficado lotados e com fila de horas de esperar para a imunização contra a doença com a dose convencional. Na última sexta-feira (19), uma UBS do Jardim Helena, na Zona Leste, chegou a ser invadida pela população que esperava na fila para receber a imunização.

POR QUE AS FILAS PARA VACINAÇÃO ESTÃO ENORMES? ENTENDA

VEJA ONDE É POSSÍVEL SE VACINAR EM SP E REGIÃO METROPOLITANA

TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE A VACINA

Apesar da corrida aos postos, a Secretaria Estadual da Saúde diz que não há motivos para pânico.

A dose fracionada tem 0,1 ml, enquanto que uma dose convencional tem 0,5 ml. A vacina fracionada permite a imunização por oito anos, já a convencional é válida por toda a vida. As seringas que serão usadas na campanha de vacinação contra a febre amarela com doses fracionadas já chegaram a São Paulo. Elas são menores e conseguem aplicar doses de, no máximo, 0,1 ml.

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo informa que foram notificadas cinco mortes por suposta Doença Viscerotrópica pelo vírus vacinal, ou seja, as vítimas contraíram a doença após a vacinação. Apenas um caso foi confirmado, um descartado e outros três estão em investigação. Todas as notificações são de moradores do município de São Paulo.

Outros 53 municípios do estado de São Paulo também iniciam a vacinação fracionada no dia 25 de janeiro.

Secretaria de Saúde de São Paulo confirma que vacinação fracionada começa dia 25

Tire dúvidas sobre a vacinação:

1-Quantas doses da vacina fracionada serão enviadas pelo Ministério da Saúde ao Estado?

1 milhão, segundo o governador, Geraldo Alckmin (PSDB)

2- Onde é possível tomar a vacina em SP e na região metropolitana?

Unidades de saúde em toda a capital e região metropolitana de São Paulo oferecem a vacina nos dias úteis e também aos finais de semana. Clique aqui para acessar o mapa e descobrir a unidade mais perto de você e os horários de atendimento.

Até então, a dose inteira vinha sendo aplicada apenas nas regiões da cidade onde o vírus estava circulando e provocando a morte de macacos em parques florestais, como a Zona Norte da capital.

3- Até quando posso tomar a vacina?

O governo pretende imunizar toda a população até 17 de fevereiro. Haverá ‘Dias D’ para ampla vacinação nos sábados 3 e 17 de fevereiro, quando encerra a campanha.

4- Qual a diferença entre a dose inteira contra a doença e a fracionada, que está sendo oferecida agora?

A dose fracionada tem tem 0,1 ml, enquanto que uma dose convencional tem 0,5 ml. A vacina fracionada permite a imunização por oito anos, em média, variando dependendo da pessoa. Já a dose inteira protege para toda a vida. A dose fracionada foi pensada para ampliar a imunização e aplicar a dose concentrada nas áreas de risco, os bairros próximos aos parques onde foram localizados macacos mortos com o vírus da febre amarela.

5- Quem pode tomar a dose padrão?

Crianças de 9 meses a até 2 anos, pessoas com condições clínicas específicas (como pacientes com HIV/Aids), gestantes e viajantes internacionais vão continuar tomando a dose padrão.

6- Quem não pode tomar a vacina?

Grávidas e mulheres que estão amamentando crianças menores de seis meses. Doentes com câncer que fazem quimioterapia ou radioterapia. Pessoas com alergia a ovos ou derivados. Portadores de HIV ou qualquer doença que atinja o sistema imunológico. Transplantados. No caso dos idosos com mais de 60 anos, é preciso avaliação médica. Quem já tomou a dose da vacina contra a febre amarela tem imunidade para vida toda. Se tem menos de 9 meses, o ministério da Saúde não recomenda que tome a vacina.

7- Eu preciso fazer exames antes de tomar a vacina?

Se você não está em um grupo dos que não podem se imunizar, a vacina pode ser aplicada sem necessidade de novos exames, dizem infectologistas.

8- Quais os sintomas da febre amarela?

A doença começa a apresentar sintomas de 3 a 6 dias após a infecção. Os sintomas iniciais são dores de cabeça, febre, perda de apetite, náuseas e vômitos, além de dores musculares, especialmente nas costas.

Do total de infectados, 15% desenvolvem a versão mais grave da doença com febre alta, olhos e pele amarelos, sangramento da boca, do nariz, olhos e estômago. Órgãos como fígado e rins são afetados. A pessoa também pode ter dores abdominais e escurecimento da urina. Cerca de 20 a 40% das pessoas que chegam a essa situação podem morrer.

9- Como a febre amarela é transmitida?

Um ser humano ou um primata (macaco) com o vírus é picado por um mosquito transmissor. O inseto pica e passa o micro-organismo para outra pessoa, que desenvolve a doença. Não é possível a transmissão direta entre pessoas e animais, e vice-versa.

O principal mosquito vetor da febre amarela silvestre no Brasil é o Haemagogus. Na versão urbana da doença, é o Aedes aegypti.

Febre amarela: tudo o que você precisa saber

Entenda como ocorre a infecção e os sintomas (Foto: Arte/G1)

FEBRE AMARELA EM SP Principais efeitos adversos da febre amarela

Por que as filas para vacinação contra a febre amarela em São Paulo estão enormes? Entenda

Devo me vacinar agora contra a febre amarela? Veja o que recomendam as autoridades

Veja onde é possível tomar a vacina contra a febre amarela na capital paulista e Grande SP

Prefeitura de SP decide antecipar o início da vacinação fracionada contra a febre amarela para 25 de janeiro

Con Información de G1 Globo

www.entornointeligente.com

Síguenos en Twitter @entornoi

Entornointeligente.com

Add comment

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Follow Me

.