PORTUGAL: Rainha da Jordânia em manifestação de solidariedade com o piloto assassinado pelos jihadistas - EntornoInteligente

Entornointeligente.com / Diario Noticias / Com um fato preto e com o keffiyeh, vermelho e branco dos beduínos jordanos, sobre os ombros, a rainha juntou-se à multidão que partiu da mesquita al-Hussein – nome do pai do atual monarca – e foi até ao Parque Palm, a um quilómetro de distância.

A esposa do rei Abdullah II não fez qualquer declaração, limitou-se a caminhar com os manifestantes que gritavam “Somos todos Moaz”, e “Somos todos jordanos”. Na manifestação podiam ver-se cartazes com a frase “Sim à punição” e “Sim ao fim do terrorismo”.

Nascida numa família de refugiados palestinianos, oriundos da cidade de Tulkarem (Cisjordânia) e que fizeram riqueza no Koweit de onde fugiram para a Jordânia após a invasão pelas forças de Saddam Hussein, Rania – que teve uma educação moderna – inseriu-se perfeitamente na sociedade do reino hachemita. O seu casamento com Abdullah II, de quem tem três filhos, só reforçou a sua pertença ao reino.

Na quinta-feira, Rania acompanhou o marido numa visita de condolências a casa da família do jovem piloto que os terroristas do EI assassinaram. Emicionada, a rainha ouviu a família de Moaz al-Kasabeh pedir a Abdullah II que destruisse o EI. Curiosamente, em novembro, a rainha Rania defendeu os bombardeamentos contra os jihadistas, afirmando que estava em jogo o islão e o futuro do Médio Oriente.

A morte do piloto do F16 provocou uma repulsa generalizada no reino hachemita.

Con Información de Diario Noticias

Entornointeligente.com

Add comment

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Follow Me

.