PORTUGAL: Estatuto: Enfermeiros militares contra divisão em sargentos e oficiais - EntornoInteligente

Entornointeligente.com / Diario Noticias / Em comunicado enviado esta terça-feira ao DN, a Associação Portuguesa de Enfermagem Militar (APEM) adianta: “A divisão de militares enfermeiros, com a mesma qualificação de competências e formação em duas categorias, oficiais e sargentos, constitui uma situação de potencial insatisfação, instabilidade e coloca em causa a coesão militar.”

“A questão de dividir enfermeiros, qualquer que seja a proporção, pela classe de sargentos e oficiais em simultâneo continuará a ser uma prática de discriminação e desigualdade da Enfermagem enquanto licenciatura”, critica a APEM.

A lei determina que as especialidades com licenciatura têm uma carreira militar como oficiais, algo que só ocorreu há alguns anos passou a verificar-se ao nível da enfermagem. Contudo, a não existência de postos de oficial nessa área impede os enfermeiros de exercerem funções de planeamento, avaliação e chefia nas matérias da profissão regulada pela respetiva Ordem.

“Esta situação não se verifica em mais nenhuma outra formação superior, não sendo conhecidos como existentes, enquanto tal, engenheiros, psicólogos, juristas ou outros licenciados repartidos em classe de sargentos e oficiais”, insiste a APEM.

A associação lembra ainda que “as competências e atuação” dos enfermeiros militares, enquanto oficiais e nos planos tático e operacional, “estão estabelecidas em doutrina e manuais NATO, nomeadamente em matérias de saúde operacional”.

Con Información de Diario Noticias

Entornointeligente.com

Follow Me

.