PORTUGAL: Descobre que é filha do médico que inseminou a mãe - EntornoInteligente

Entornointeligente.com / Correio da manha / Kelli Rowlette, natural de Washignton, nos EUA, quis submeter-se a um teste de ADN para descobrir os seus antepassados e enviou uma amostra para o site Ancestry.com, para melhor conhecer as suas origens. O que Kelli não esperava era que este teste viesse virar a sua vida de pernas para o ar: a   norte-americana descobriu que não era filha biológica do homem a quem toda a vida chamou pai.

A descoberta de quem era o pai biológico da mulher foi um choque ainda maior. Afinal Kelli é filha do Dr. Gerald E. Mortimer. E quem é este médico? Precisamente o especialista em fertelidade que tratou os pais de Kelli e inseminou a mãe de Kelli com o seu próprio esperma.

Segundo o Daily Beast, Kelli está agora a processar o médico reformado, alegando negligência médica e fraude.

De acordo com a queixa, o médico trocou a amostra do pai de Kelli depois do casal, Sally Ashby e Howard Fowler, ter tido vários problemas de fertilidade no início da década de 1980.

Na altura, o Dr. Mortimer diagnosticou um desviou no útero de Sally e pouca contagem de espermatozoides a Howard. Depois, ao longo de três meses, o médico inseminou a paciente com o seu próprio esperma, mentindo e afirmando que estava a usar uma mistura do marido da mulher com outros dadores selecionados pelo casal.

Médico fez o parto da filha secreta Em agosto de 1980, Sally descobriu que estava grávida e, nove meses depois, o Dr. Mortimer fez o parto da própria filha sem que ninguém soubesse. O médico continuou a acompanhar a família, que estranhou quando Gerald chorou na altura em que o informaram que iam mudar de cidade.

“O Dr. Mortimer sabia que Kelli Rowlette era a sua filha biológica e nunca o revelou à Sr.ª Ashby e ao Sr. Fowler. De forma fraudulenta e consciente, ele escondeu o uso do seu material genético no procedimento da inseminação artificial”, diz a queixa.

Mais de 30 anos depois, Kelli recebeu os resultados do teste de ADN que indicavam o Dr. Mortimer era o seu pai biológico e achou que se tratava de um erro.

Contou aos pais, que entretanto se separaram, que estava “desiludida” com os resultados e que se sentia enganada pelo serviço. Mal sabia a norte-americana que os pais tinham ficado em pânico, porque reconheceram imediatamente o nome do médico. A queixa explica que os dois ficaram “devastados” e que “não conseguiam lidar com a angústia e atormenta que se seguiriam à descoberta da filha”.

A revelação chegou em outubro do ano passado. Kelli encontrou a sua certidão de nascimento e quase desmaiou quando viu o nome que assinava o documento: Dr. Gerald E. Mortimer. Juntou os pontos e percebeu que o médico era o seu pai biológico verdadeiro.

PORTUGAL: Descobre que é filha do médico que inseminou a mãe

Con Información de Correio da manha

www.entornointeligente.com

Síguenos en Twitter @entornoi

Entornointeligente.com

Add comment

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Follow Me

.