Peruche homenageia Martinho da Vila com desfile cheio de referências musicais - EntornoInteligente

Entornointeligente.com / G1 Globo / A Unidos do Peruche pisou na avenida por volta da 0h10 deste sábado (10) com um enredo em homenagem aos 80 anos do cantor Martinho da Vila. Nascido em Duas Barras, no Rio de Janeiro, o cantor faz aniversário em 12 de fevereiro, nesta segunda-feira de carnaval.

A segunda escola a desfilar pelo Grupo Especial em São Paulo fez a junção da África com o Brasil na vida e na música de Martinho e passou pelo Anhembi com seus 2,5 mil componentes sem problemas técnicos.

O grande homenageado veio no topo do último carro da escola, junto com a velha guarda, e foi muito aplaudido. À frente da alegoria, uma ala só com familiares de Martinho, entre eles a cantora Mart’nália. O desfile teve nomes da música dentro e fora da avenida. Zeca Pagodinho e Gilberto Gil assistiram do camarote, e a cantora Leci Brandão saiu em um dos carros da escola. O samba-enredo envolveu integrantes e público com suas referências à música brasileira. A letra resultou da união de dois sambas que ficaram empatados na disputa feita pela escola.

FOTOS: Veja como foi o desfile da Unidos do Peruche

VÍDEOS: Melhores momentos do desfile da Unidos do Peruche

Zeca Pagodinho e Gilberto Gil assistem ao desfile da Unidos do Peruche (Foto: Marcelo Brandt/G1)

Vindo da Unidos da Tijuca, o carnavalesco Mauro Quintaes preparou um desfile cheio de referências musicais na tentativa de levar o título. A última vez que a Peruche foi campeã foi em 1967 – quando ganhou o terceiro título seguido.

Além do samba-enredo, a escola trouxe alas inspiradas em sucessos de Martinho, como “O Pequeno Burguês” e “Batuque na Cozinha”, que foi o tema da fantasia das baianas.

Leci Brandão em desfile da Unidos do Peruche (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)

Um dos carros representou a ligação de Martinho com a Vila Isabel, no Rio. A alegoria reproduzia os bares do bairro e trazia uma grande escultura de Noel Rosa, o “poeta da Vila”. A cantora Leci Brandão desfilou neste carro.

Das fantasias mais simples, com a da bateria que representava o som africano, até as mais elaboradas, a Peruche mostrou criatividade e qualidade de acabamento.

A escola cruzou a linha da dispersão com tranquilidade após 1h05 de desfile, exatamente dentro do tempo máximo.

Mart'nália, filha de Martinho da Vila, desfila pela Unidos do Peruche (Foto: Fábio Tito/G1)

Mestre Call comanda a bateria da Peruche

Os espíritos ancestrais africanos são representados na comissão de frente da Peruche

Carro abre-alas da Peruche mostra as misturas musicais indígenas e africanas

Os espíritos ancestrais africanos são representados na comissão de frente da Peruche

Após problema com fantasia, rainha de bateria da Unidos do Peruche consegue desfilar

Peruche homenageia Martinho da Vila com desfile cheio de referências musicais

Con Información de G1 Globo

www.entornointeligente.com

Síguenos en Twitter @entornoi

Entornointeligente.com

Add comment

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Follow Me

.