Pedro Figueiredo sobe para 3.º no Challenge de Espanha

pedro_figueiredo_sobe_para_3_o_no_challenge_de_espanha.jpg
Entornointeligente.com /

Pedro Figueiredo protagonizou uma exibição de luxo na segunda volta do Challenge de España, em Cádis. Debaixo de condições inclementes, o português obteve, com 70 (-2) pancadas, o segundo resultado mais baixo do dia, para descolar dos 57.ºs rumo aos 3.ºs. Tomás Bessa e Tomás Melo Gouveia também passaram o cut. 

No campo andaluz do Iberostar Real Club de Golf Novo Sancti Petri, «Figgy» já tinha dado boas indicações no final da primeira jornada, quinta-feira, quando concluiu os últimos quatro buracos (os 6, 7, 8 e 9, dado que começara do 10) com uma série de birdi e-par- birdie -par, para um primeiro score de 74 (+2). 

Esta sexta-feira, iniciando o dia no buraco 1, manteve a dinâmica – e logo com uma exibição de luxo, vindo a entregar aquele que foi um dos apenas seis cartões de jogo abaixo do par, com 6 birdies (3, 6, 11, 12, 16 e 18) contra 4 bogeys (1, 4, 7 e 17). 

Com um total de 144 (Par), «Figgy» está entre os terceiros, a duas pancadas do líder, o sueco Mikael Lindberg, que soma 142 (69-73), e a uma do vice-líder, o espanhol Pedro Oriol (143, 69-74). 

«Estava mais difícil que ontem, conforme se pode constatar pelos resultados, que foram mais altos. O vento deviam estar a soprar a 50km/h. Joguei muito bem e consegui um bom resultado, mas foi difícil», disse Figueiredo. 

Se na ronda inaugural houve 28 jogadores que bateram o Par 72 do campo, hoje apenas seis o conseguiram, sendo que dois deles estão empatados com «Figgy» no quarto lugar: o alemão Bernd Ritthamer (76-68) e o inglês Jonathan Thomson (73-71)). 

Os outros três que bateram o Par foram o inglês John Parry (74-71), o holandês Stan Kraai (76-69) e o sueco Jens Dantorp (74-71), todos eles nos 10.ºs, com 145 (+1). 

Tomás Bessa e Tomás Melo Gouveia também estarão no fim-de-semana para a fase final deste Challenge de España.

Bessa, apesar de ter acrescentado quatro pancadas ao seu resultado inaugural (72-76), desceu apenas uma posição na tabela, dos 29.ºs para os 30.ºs, somando 148 (+4). Quanto a Melo Gouveia, subiu 11 lugares ao juntar um 76 ao 74 da véspera, para um total de 150 (+6), integrando o grupo dos 46.ºs. 

O cut, para os 65 primeiros e empatados, fixou-se em 151 (+7) e deixou em prova 67 dos 156 participantes. 

O quarto português em competição em Cádis, João Girão, terminou nos 124.ºs, com 157 (78-79), +13.

Veja mais em www.golftattoo.com

LINK ORIGINAL: Publico

Entornointeligente.com