O sabor de Lisboa: chef Mariana Vidal dá oito dicas de passeios pela cidade e arredores - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

RIO – Acostumada com seu Rio de Janeiro natal, a chef Mariana Vidal se sente em casa também em Lisboa . A intimidade com a capital portuguesa se nota pelas páginas do livro “Saboreando Lisboa”, que reúne crônicas  sobre a cidade e 22 receitas de pratos típicos de Portugal .

O livro (Editora Senac, R$ 89), lançado em 3 de setembro, é fruto de uma série de viagens, a lazer ou a trabalho, da chef à cidade. Na última delas, em setembro de 2018, Mariana passou um mês por lá, baseada num ensolarado apartamento no bairro da Alfama, em companhia da amiga e fotógrafa Isabel Becker, responsável pelas imagens que ilustram a publicação. “Entre as formas de confortar a nossa alma, os alimentos, por seus aromas, texturas e sabores, continuam sendo fontes mágicas de matar a saudade”, ela diz no livro.

LEIA MAIS

Novos moradores de Portugal indicam seus restaurantes preferidos em Lisboa

Arquiteto Chicô Gouvêa indica seus restaurantes preferidos em Lisboa

A seguir, confira oito dicas de programas deliciosos em Lisboa e arredores, sugeridos pela chef, que é autora também do livro “Saboreando o Rio”, lançado em 2015.

1. Uma tarde em Cascais A chef carioca Mariana Vidal com o casal Vitalina e Pedrão, responsáveis pelo restaurante Terroso, em Cascais, perto de Lisboa Foto: Isabel Becker / Divulgação “Sentar embaixo do abacateiro do restaurante Terroso, em Cascais, e deixar os meus amigos Pedrão e Vitalina te servirem, respectivamente, de vinhos e iguarias deliciosos. Vitalina é cozinheira espetacular, e Pedrão é uma pessoa rara, cavalheiro do vinho do Porto, com um coração imenso, e adora um papo.”

Restaurante Terroso: Rua do Poço Novo 17, Cascais.

2. Praia escondida A bela praia Ribeira do Cavalo, em Sesimbra, perto de Lisboa Foto: Isabel Becker / Divulgação “Quem gosta de exercício e exclusividade não pode deixar de ir à praia Ribeira do Cavalo, em Sesimbra. A descida é longa, mas vale cada metro da trilha.  Praia deslumbrante! A única coisa é que não é a típica praia europeia em que se toma um vinho, se come almeijoas etc. Não tem serviço, e carregar garrafas falésia abaixo não é aconselhável.”

PUBLICIDADE 3. Tasca típica “Quem aprecia um fado não pode perder o fado vadio da Tasca do Chico, no Bairro Alto, em Lisboa. É um show de talentos.”

Tasca do Chico: Rua do Diário de Notícias 39.

4. A casa do fado “Quem gosta de fado (mas não somente de fado) pode ir à Rua das Pretas , em Lisboa, para conferir um sarau de MPB (que o músico Pierre Aderne chama carinhosamente de ‘Música Portuguesa Brasileira’, ou música lusófona), sempre com músicos brasileiros e portugueses incríveis, que tem o próprio Pierre como anfitrião. Tendo em vista que o evento cresceu muito, é possível que não caiba mais na casa na Rua das Pretas, na residência do Pierre, onde nasceu, e aconteça agora numa embaixada no Príncipe Real.”

5. Bom, bonito e barato Vinhos no restaurante Tapisco, em Lisboa Foto: Isabel Becker / Divulgação “O Tapisco, em Lisboa,  do chef Henrique Sá Pessoa, oferece um  excelente custo-benefício para quem deseja comer bem e não quer gastar horrores. A musse de chocolate salgado e a releitura do toucinho do céu são imperdíveis.”

Restaurante Tapisco: Rua Dom Pedro V  81.

6. Beleza nas alturas “Rooftops em Lisboa não faltam, mas o mais romântico para um ‘copo’ no final da tarde é o rooftop do Memmo Alfama Hotel Lisboa, no tradicional bairro da Alfama.”

Memmo Alfama Hotel Lisboa: Travessa Das Merceeiras 27.

PUBLICIDADE 7. Boas compras Produtos vendidos na Mercearia Prado, em Lisboa Foto: Isabel Beker / Divulgação “A mercearia Prado, onde fotografei a capa do meu livro, é um exemplo bem-sucedido de retrofit e ganhou diversos prêmios pelo belíssimo trabalho do grupo The Lisboans. Aliás, vale a pena aproveitar o passeio e conhecer o ‘hotel-conceito’ The Lisboans também.”

Mercearia Prado: Rua Pedras Negras 35.

8. Mercado modelo “O Time Out Mercado da Ribeira acaba sendo uma parada obrigatória, porque há pratos em pequenas porções dos melhores chefs da cidade. Mas tendo um tempinho extra, não deixe de visitar esse mercado que é mais raiz, o Mercado de Campo do Ourique. Eu, particularmente, gosto de sentar e degustar as ostras acompanhadas de um bom vinho verde.”

Mercado de Campo do Ourique: Rua Coelho da Rocha 104.

LINK ORIGINAL: OGlobo

Entornointeligente.com

Advertisement

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation

157871