Icono del sitio EntornoInteligente

O Assunto #711: Mães do Brasil – direitos negados

o_assunto_23711_maes_do_brasil_direitos_negados.png

Entornointeligente.com /

fique por dentro

Eleições Varíola dos macacos Mega-Sena Guerra na Ucrânia Destaques do Fantástico O Assunto #711: Mães do Brasil – direitos negados Prevista desde 1948 na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), a licença-maternidade está, no entanto, fora do alcance de parcela expressiva da população, dado o crescimento da informalidade. O percentual dos 'sem-carteira', por volta de 40%, é até maior entre as mulheres. Por Renata Lo Prete

23/05/2022 00h40 Atualizado 23/05/2022

Você pode ouvir O Assunto no g1 , no GloboPlay , no Spotify , no Castbox , no Google Podcasts , no Apple Podcasts , no Deezer , na Amazon Music , no Hello You ou na sua plataforma de áudio preferida. Assine ou siga O Assunto, para ser avisado sempre que tiver novo episódio.

Prevista desde 1948 na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), a licença-maternidade está, no entanto, fora do alcance de parcela expressiva da população, dado o crescimento da informalidade. O percentual dos «sem-carteira», hoje por volta de 40% da força, é até maior entre as mulheres. E a esse contingente «vários direitos não se aplicam», observa Cecília Machado, professora da Escola Brasileira de Economia e Finanças da FGV. Por isso, ela explica, é preciso discutir políticas de proteção a mães e recém-nascidos que vão além da licença, além de estimular maior participação dos pais nos cuidados, combatendo a ideia retrógrada de que os primeiros meses de vida seriam essencialmente tarefa das mães. Sobre a licença propriamente dita, Cecília rebate o argumento, vocalizado por personagens do governo, de que seria prejudicial às empresas. Todas as partes ganham com a segurança familiar, diz a pesquisadora. E, «quando é destruído o vínculo», nos casos de demissão após o retorno, não só a mulher perde», avalia. «As firmas também perdem todo o investimento que fizeram na funcionária».

O que você precisa saber:

Sachsida: 'mulheres recebem menos porque engravidam' Salário: mulheres ganham em média 20,5% menos que homens Desemprego: mulheres são a maioria dos desempregados

O podcast O Assunto é produzido por: Mônica Mariotti, Isabel Seta, Tiago Aguiar, Lorena Lara, Gabriel de Campos, Luiz Felipe Silva, Thiago Kaczuroski, Gustavo Honório e Eto Osclighter. Apresentação: Renata Lo Prete.

1 de 1 — Foto: Comunicação/Globo — Foto: Comunicação/Globo

LINK ORIGINAL: G1 Globo

Entornointeligente.com

Compartir en Twitter
Salir de la versión móvil