'Não vamos controlar a pandemia': em meio a alta nos casos de Covid-19, chefe de Gabinete de Trump compara a doença a gripe » EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

WASHINGTON — O chefe de Gabinete de Donald Trump, Mark Meadows, declarou neste domingo que o governo americano “não vai controlar” a pandemia do novo coronavírus no país, em meio a uma segunda onda de casos — incluindo na Casa Branca — e a pesadas críticas da oposição às ações das autoridades federais.

Durante entrevista na CNN, Meadows também comparou a Covid-19 à gripe comum, um argumento muitas vezes usado por Trump, mesmo depois de ter sido hospitalizado por causa da doença que matou 224 mil pessoas no país.

— Isso é o que vamos fazer. Não vamos controlar a epidemia, vamos controlar o fato de que podemos ter vacinas, tratamentos e outras formas de aliviá-la — afirmou Meadows. — O vírus é contagioso como uma gripe.

O chefe de Gabinete ainda afirmou ser contra a obrigatoriedade do uso de máscaras nos EUA, dizendo que essa é uma “sociedade livre”.

Rota da campanha: Biden promete vacina gratuita e acessível, e Trump afirma que pandemia vai acabar logo

A atuação do governo americano na pandemia é considerada, em termos eleitorais, o maior ponto fraco da candidatura do presidente Donald Trump à reeleição. Segundo média de pesquisas realizada pelo site de análises Fivethirtyeight, 57,4% da população reprovam o papel do presidente no combate à doença — não à toa ele vem tentando mudar a narrativa desses últimos dias de campanha, com discursos focados na economia e, especialmente, em ataques contra seu rival, Joe Biden.

Mas as declarações de Meadows podem contribuir para manter a pauta da Covid-19 no topo das discussões antes do fechamento das urnas, no dia três de novembro. Um sinal disso foi visto nas críticas vindas até mesmo de dentro do Partido Republicano.

PUBLICIDADE “Temos uma responsabilidade, como líderes, de sermos um exemplo, e isso consiste em fazer as coisas certas para impedir a propagação, acho que isso se dá através do encorajamento para o uso de máscaras e através do distanciamento. Todos sabemos que isso impede a propagação, a ciência provou isso”, afirmou o senador John Thune, vice-líder da Maioria, ao site Politico.

Contra a mídia, as máscaras, os socialistas e a ‘praga da China’ : Dentro de um comício de Trump

Entre os democratas, o tom das críticas foi mais pesado, e focado diretamente em Trump. Em comunicado na manhã de domingo, o ex-vice-presidente Joe Biden afirmou que a declaração de Meadows mostrou que o governo “desistiu de seu dever básico de proteger o povo americano”.

“Não foi uma gafe de Meadows, foi um reconhecimento claro do que foi a estratégia do presidente Trump desde o início da crise: balançar uma bandeira branca da derrota e esperar que, ao ignorá-lo, o vírus simplesmente vá embora. Não foi assim e não será assim”.

A senadora Kamala Harris, vice na chapa de Biden, disse se tratar de um “reconhecimento do próprio fracasso”:

— Esse é o maior fracasso de uma administração presidencial na história dos Estados Unidos — declarou.

Segunda onda Mais do que servirem de munição para a oposição democrata, a poucos dias do fim da votação que escolherá a pessoa a comandar a Casa Branca por mais quatro anos, as declarações de Meadows foram feitas em um dos momentos mais críticos da pandemia nos EUA. De acordo com números da Universidade Johns Hopkins, foram registrados 88.973 novos casos entre sexta e sábado, o mais alto número diário de infecções até agora.

PUBLICIDADE Entre os novos casos confirmados, está o chefe de Gabinete do vice-presidente Mike Pence, Marc Short , além de até quatro integrantes da equipe, segundo o New York Times. Pence e a segunda-dama, Karen, fizeram os testes e o resultado foi negativo. Os eventos de campanha dele serão mantidos, mas, por precaução, usará máscara.

Nos últimos meses, a Casa Branca vem sendo apontada como um foco de transmissão do vírus na capital americana — o senador Mitch McConnell, líder da maioria no Senado, reconheceu ao site Politico que não vai à sede do governo desde agosto por conta do pouco respeito a regras de segurança no local.

Ao comentar o caso na entrevista à CNN, Meadows desejou a todos uma pronta recuperação, mas se recusou a dizer quantas pessoas próximas ao vice de Trump estavam infectadas.

De acordo com pesquisa divulgada neste domingo pela ABC News, em parceria com o instituto Ipsos, 80% dos americanos estão com medo de contrair a Covid-19, ou de que alguém próximo seja infectado. 

LINK ORIGINAL: OGlobo

Entornointeligente.com

URGENTE: Conoce aquí los Juguetes más vendidos de Amazon >

Más info…

Smart Reputation

Prince Julio César en NYFW 2020

Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation

Prince Julio Cesar en el New York Fashion Week Spring Summer 2021

Publicidad en Entorno

Advertisement

Adscoins

Smart Reputation