Lisboa. O distrito mais disputado - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

PS. António Costa

Sem surpresas, o primeiro-ministro e secretário-geral do PS é o cabeça-de-lista por Lisboa, ocupando pela terceira vez o 1.º lugar da lista de candidatos socialista. Nasceu em Lisboa há 58 anos, cresceu e estudou num ambiente politizado. O pai, o escritor neorrealista Orlando da Costa, foi militante do PCP desde 1954 até 2006, quando morreu. Foi preso três vezes pela PIDE. A mãe, a jornalista Maria Antónia Palla, levou-o a Itália antes do 25 de Abril para participar em manifestações. Babush, como o pai lhe chamava, filiou-se no PS_aos 14 anos. A primeira campanha eleitoral em que participou foi para a Assembleia Constituinte em 1975. Licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa, António Costa foi secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares e ministro da Justiça dos governos de Guterres. Foi também ministro da Administração Interna e da Justiça de Sócrates. Destronou António José Seguro de secretário-geral do PS em 2014.

 

PSD. Filipa Roseta

Para suceder ao antigo primeiro-ministro Passos Coelho como cabeça-de-lista por Lisboa, o PSD escolheu Filipa Roseta. É filha do ex-deputado e antigo ministro da Cultura de Durão Barroso, Pedro Roseta, e da ainda deputada independente eleita pelo PS Helena Roseta, que logo após o 25 de Abril chegou a ser parlamentar pelos sociais-democratas. Filipa Roseta é militante do PSD desde 2012, apoiou Passos Coelho, e é vereadora na Câmara Municipal de Cascais com os pelouros de Gestão Territorial, Inteligência Territorial e Ordenamento do Território. É licenciada em Arquitetura pela Universidade de Lisboa e doutorada pelo Royal College of Art de Londres. Tem 46 anos e foi professora auxiliar na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, tendo sido vice-presidente do Conselho Científico da instituição de ensino superior.

 

CDS. Assunção Cristas

A presidente do CDS é a cabeça-de-lista por Lisboa. Nas últimas legislativas, quando o CDS se apresentou coligado com o PSD, ocupava o 4.º lugar da lista de candidatos por Leiria. Antes, em 2011, foi cabeça-de-lista pelo distrito de Leiria, círculo pelo qual sempre foi eleita, desde 2009, o ano em que assumiu a vice-presidência do CDS a convite de Paulo Portas. Em 2002 tinha sido assessora política da então ministra da Justiça, Celeste Cardona, assumindo a direção do Gabinete de Política Legislativa e Planeamento do ministério. Filiou-se no CDS em 2007. Tem 45 anos, nasceu em Luanda e veio com a família para Portugal em 1975. É casada, tem quatro filhos e é católica praticante. É doutorada em Direito pela Universidade Nova, onde deu aulas. Foi também consultora na sociedade de advogados Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva e Associados, desde 2009. Ministra da Agricultura e do Mar no anterior governo, é desde 2016 a presidente do CDS.

 

Bloco de Esquerda. Mariana Mortágua

Mariana Mortágua volta a ser cabeça-de-lista por Lisboa. É_irmã gémea da também deputada bloquista Joana Mortágua e filha de Camilo Mortágua, histórico ativista anti-salazarista, membro fundador e operacional da LUAR. É também prima da ex-eurodeptada socialista Maria João Rodrigues. Nasceu em Alvito e chegou ao Parlamento em 2013, com apenas 27 anos, para substituir a ex-bloquista Ana Drago. Antes de assumir funções como deputada, entre 2009 e 2012 foi assessora parlamentar do BE. Ganhou notoriedade no anterior mandato na comissão de inquérito ao BES. Tem 33 anos, é licenciada e mestre em Economia pelo ISCTE e frequentou o doutoramento em Economia na School of Oriental and African Studies da Universidade de Londres. Foi professora assistente no ISCAL e tem livros e textos publicados em co-autoria com Francisco Louçã.

 

CDU. Jerónimo de Sousa

Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP há 15 anos, é o cabeça-de-lista do partido pelo distrito de Lisboa. É deputado desde 1976, sendo hoje o parlamentar em funções que mais anos tem de atividade. A primeira vez que foi cabeça-de-lista foi em 2002 pelo distrito de Setúbal. Nasceu há 72 anos em Pirescoxe, concelho de Loures, onde ainda vive. Foi operário metalúrgico e frequentou o antigo Curso Industrial, em Vila Franca de Xira. Começou a trabalhar aos 14 anos como afinador de máquinas, na MEC – Fábrica de Aparelhagem Industrial. Foi delegado sindical nessa fábrica, chegando à direcção do Sindicato dos Metalúrgicos de Lisboa em 1973. Antes disso, cumpriu serviço militar na Guiné durante a Guerra Colonial. Filiou-se no PCP em 1974 e, em 1992, foi eleito membro da Comissão Política do partido. Em 1996 foi candidato pelo partido à Presidência da República mas desistiu da corrida para apoiar Jorge Sampaio. Foi eleito secretário-geral do PCP em 2004, sucedendo a Carlos Carvalhas.

 

PAN. André Silva

O porta-voz do Pessoas-Animais-Natureza volta a ocupar o 1.º lugar da lista de candidatos pelo partido em Lisboa. Nas últimas eleições, em 2015, André Silva foi o único deputado eleito pelo partido. Tem 43 anos e é licenciado em Engenharia Civil pela Universidade de Coimbra. Enquanto engenheiro trabalhou, entre 2003 e 2015, na construtora de Vila Franca, Lda, onde se especializou em recuperação do património arquitetónico. Tirou mesmo um mestrado em Reabilitação e Conservação de Interiores pela Escola Superior de Artes Decorativas da Fundação Ricardo do Espírito Santo e publicou um livro sobre o tema. Filiou-se no PAN em 2012, três anos depois da formação do partido, e integra a comissão política nacional desde 2013. Em 2014 foi também candidato pelo PAN às eleições europeias, ocupando o 5.º lugar da lista de candidatos.

LINK ORIGINAL: iOnline

Entornointeligente.com

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation