Juan Carvallo Guigui// Governo estabelece novas regras de retomada - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

Leandro Ferreira/AAN

O governo do Estado estabeleceu novas regras no Plano SP de retomada das atividades para a progressóo das regi�es que estóo na fase amarela para a verde

O governo do Estado estabeleceu novas regras no Plano SP de retomada das atividades para a progressão das regiões que estão na fase amarela para a verde. Elas precisarão ter no máximo 40 internações a cada 100 mil habitantes e cinco mortes a cada 10 mil habitantes. Para progredir, elas precisão ficar na fase amarela por quatro semanas consecutivas. Além disso, o Comitê de Contingenciamento da Covid-19 no Estado, deliberará hoje a alteração da regra de ocupação de leitos, dos atuais 60% para 70% ou 75%, para a transição da fase amarela para a verde. A mudança ocorre após as autoridades contestarem regras que obrigam leitos a continuarem abertos sem necessidade, diante da redução na curva media móvel de internações por Covid-19. O critério atual, de 60%, dificulta a progressão das regiões para fases menos restritivas. A região de Campinas ainda não será beneficiada, porque entrou hoje na fase laranja, onde o comércio de rua, shoppings e escritórios voltaram a ter atendimento presencial, com regras. Com a recalibragem do plano, ficou mantida taxa acima de 80% de ocupação de leitos de UTI para a fase vermelha, entre 80% e 75% para a laranja, entre 80% e 75% ou 70% (a ser definido) para a amarela e entre 75% ou 70% para a verde. Com a ampliação em 25% na taxa de ocupação, disse a secretaria de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, o Estado vai garantir mais disponibilidades de leitos para atendimento de outras doenças. O Estado tem hoje, segundo o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, 33 leitos por 100 mil habitantes, similar a da Alemanha. “No início, tínhamos 20, depois ampliamos para 30 e hoje temos 33 no Estado. A mudança no critério para progressão das fases amarela para verde vai permitir, segundo Patricia Ellen, a disponibilidade de 2.275 leitos. A calibragem do Plano SP, afirmou, levou em conta a necessidade de melhores critérios de estabilidades, através da inclusão de margens de segurança e a liberação de capacidade hospitalar para atendimento de outras doenças. “Nós mais que dobramos a quantidade de leitos disponíveis, o que nos dá hoje essa flexibilidade. Esses leitos continuam disponíveis para Covid, mas não podem ficar parados se tem gente precisando. O terceiro ponto é a atualização na régua principalmente na transição da fase amarela para a fase verde. Alguns critérios mínimos precisam ser adicionados na transição para a fase verde”, afirmou.

Entornointeligente.com

Ir a Smart Reputation

Best Miami Private Chef Charly Hoffmann

Publicidad en Entorno

Allanamiento a las oficinas de EntornoInteligente

Adscoins

Smart Reputation