Jorge Jesus já sob pressão de adeptos em fúria - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

Três dezenas de adeptos do Flamengo que cercaram sábado o autocarro da equipa, à chegada ao aeroporto do Rio de Janeiro, viram o treinador Jorge Jesus ser o primeiro a sair para os acalmar e pedir que não agredissem os jogadores.

Segundo a imprensa brasileira e nas imagens divulgadas através das redes sociais, é possível perceber que Diego, antigo jogador do FC Porto que Jorge Jesus escolheu para capiitão do Flamengo, foi o principal alvo da fúria dos adeptos na véspera do jogo desta tarde contra o Corinthians – que, em caso de vitória, deixa o Fla a três pontos do líder, Palmeiras.

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Diego falhou um penalti no jogo de quarta-feira que ditou a eliminação do Flamengo na Taça do Brasil, pelo que os jogos contra o Corinthians e o de quarta-feira contra o Emelec para a Taça dos Libertadores, no Equador, vão ser disputados sob grande pressão dos adeptos.

“Não é mole, não, para jogar no Mengo tem que ter disposição” e “ô, ô, ô, ô, quero de volta meu Flamengo vencedor” foram alguns dos gritos entoados pelos adeptos que cercavam o autocarro da equipa e cujos jogadores ainda ouviram “Não é mole, não, a Libertadores já virou obrigação”.

A recusa dos jogadores em deixarem o autocarro perante a hostilidade dos adeptos acabou por levar Jorge Jesus a ser o primeiro a sair e a enfrentar os mais exaltados, dizendo-lhes que a sua atitude não iria fazer com que os futebolistas “corressem mais”.

O Flamengo, há uma semana e no primeiro jogo oficial de Jorge Jesus no mítico estádio do Maracanã, aplicou uma goleada (6-1) por números que já não atingia há anos.

LINK ORIGINAL: Diario Noticias

Entornointeligente.com

Advertisement

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation