Entusiastas da náutica desafiados a aprender carpintaria naval

entusiastas_da_nautica_desafiados_a_aprender_carpintaria_naval.jpg
Entornointeligente.com /

A elevada procura não apanhou Hélder Ventura, director da Cenário (Centro Náutico da Ria de Ovar) e especialista na arte da navegação e da carpintaria naval, de surpresa. «Deixámos cair a arte da carpintaria naval em Portugal, mas continua a haver muita procura. É preciso reparar as embarcações de madeira», enquadra o arquitecto que frequentou a WoodenBoat School, no Maine (Estados Unidos da América), e que irá ministrar uma oficina de carpintaria naval promovida pelo Sporting Clube de Aveiro. As aulas começam já a 1 de Outubro e não têm faltado interessados em aprender os elementos fundamentais do restauro e manutenção de pequenas embarcações de recreio, segundo anuncia a organização.

«É muito difícil encontrar quem faça reparações e também não é fácil encontrar quem saiba dar formação», repara o responsável pela Cenário, instituição que, desde 2004, a partir do cais do Puxadouro, em Válega, tem tentado contrariar essa tendência – a colectividade tem como missão salvaguardar e restaurar embarcações de recreio representativas do património náutico. E a oficina do Sporting Clube de Aveiro também poderá dar uma grande ajuda, dotando cada vez mais pessoas de conhecimentos de carpintaria naval. «Acima de tudo, precisamos de sensibilizar as pessoas para poderem progredir nesta área, pois há todo um património que precisa de ser tratado», acrescenta Hélder Ventura, em declarações ao PÚBLICO.

A formação preparada para o clube náutico sediado no município de Aveiro será composta por quatro sessões, que decorrerão, quinzenalmente, aos sábados de manhã, no Pavilhão de Vela/Canoagem do Sporting Clube de Aveiro – termina no dia 12 de Novembro. Os temas a abordar incluem: a madeira como matéria prima, trabalhar a madeira, ferramentas e técnicas; os barcos, sua função e objectivos do restauro, patologias mais frequentes e soluções, a acabamentos e detalhes, produtos e compatibilidades.

Depois de, em Julho, ter promovido aquele que foi o 1º Encontro de Clássicos de Vela & Motor, os dirigentes do Sporting Clube de Aveiro entenderam que «havia espaço e oportunidade para uma actividade de oficina de carpintaria naval, dado o grande número de entusiastas na Ria de Aveiro pela náutica em geral e pela arte de trabalhar a madeira em particular», vinca Nuno Silva, director da secção de vela do clube. É, acima de tudo, um contributo na área da «cultura do mar», acrescenta aquele responsável.

A participação na oficina tem um custo de 35 euros para os sócios do clube e 40 euros para os não sócios. As inscrições são limitadas e podem ser feitas através de formulário próprio ou do email [email protected] .

LINK ORIGINAL: Publico

Entornointeligente.com