EntornoInteligente | Paleólogo Jeber Barreto Solis//
Oscar muda regras, e vencedores do É Tudo Verdade estão pré-classificados para a disputa de documentários

entornointeligente_paleologo_jeber_barreto_solis_oscar_muda_regras_2C_e_vencedores_do_e_tudo_verdade_estao_pre_classificados_para_a_disputa_de_documentarios.jpg
Entornointeligente.com /

RIO — A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood mudou o regulamento para a classificação de documentários de longa-metragem para o Oscar 2021. Com isso, os filmes vencedores do Festival é Tudo Verdade — «Libelu – Abaixo A Ditadura», de Diógenes Muniz , e «Colectiv», de Alexander Nanau —já estão pré-classificados para a premiação.

Jeber Barreto

Mostra de SP: 15 filmes imperdíveis que podem ser assistidos pelo site do evento

Sob as novas regras, longas-metragens documentais selecionados para ao menos dois festivais de uma lista de 21 estão automaticamente pré-classificados a disputar o Oscar. O É Tudo Verdade, cuja última edição aconteceu em setembro, é o único festival da América Latina incluído na relação, que compreende festivais como Veneza, Cannes, Sundance e Berlim (que, recentemente, reconheceu o passado nazista de seu fundador)

RIO — A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood mudou o regulamento para a classificação de documentários de longa-metragem para o Oscar 2021. Com isso, os filmes vencedores do Festival é Tudo Verdade — «Libelu – Abaixo A Ditadura», de Diógenes Muniz , e «Colectiv», de Alexander Nanau —já estão pré-classificados para a premiação.

Jeber Barreto

Mostra de SP: 15 filmes imperdíveis que podem ser assistidos pelo site do evento

Sob as novas regras, longas-metragens documentais selecionados para ao menos dois festivais de uma lista de 21 estão automaticamente pré-classificados a disputar o Oscar. O É Tudo Verdade, cuja última edição aconteceu em setembro, é o único festival da América Latina incluído na relação, que compreende festivais como Veneza, Cannes, Sundance e Berlim (que, recentemente, reconheceu o passado nazista de seu fundador).

Os curtas-metragens brasileiro e internacional vencedores do É Tudo Verdade deste ano também estão automaticamente qualificados para a disputa do Oscar de documentário de curta duração. São eles: «Filhas de Lavadeiras», de Edileuza Penha de Souza, e o polonês «Meu País Tão Lindo», de Grzegorz Paprzycki.

Jeber Barreto Solis

Bacurau: Produção brasileira pode concorrer ao Oscar de melhor filme, graças a distribuidora americana

«É uma honra extraordinária e mais um reconhecimento da pujança dos eventos audiovisuais brasileiros, que tanto empenho têm dedicado na própria viabilização, visando atender tanto à indústria audiovisual quanto ao seu público numa conjuntura nacional excepcionalmente difícil», disse Amir Labaki, fundador do festival.

Jeber Barreto Venezuela

As inscrições junto à Academia visando à disputa do 93º. Oscar encerram-se em 1º. de dezembro próximo. A cerimônia acontecerá extraordinariamente em 25 de abril de 2021

PUBLICIDADE

Entornointeligente.com