Donald Trump envolvido em nova polémica. Presidente pressionou a Austrália - Mundo - Correio da Manhã - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

Ainda a poeira não assentou na querela sobre as alegadas pressões sobre o presidente da Ucrânia para obter vantagem eleitoral sobre o rival democrata Joe Biden, e já uma nova polémica envolve o presidente Donald Trump. Segundo o ‘The New York Times’, Trump pressionou também o PM australiano, Scott Morrison, desta feita para ajudar o procurador-geral dos EUA, William Barr, a recolher informações para desacreditar a investigação às ligações da sua campanha eleitoral com a Rússia. Tal como no caso do presidente ucraniano, as pressões foram feitas num telefonema cuja transcrição foi depois guardada, para evitar que os detalhes do caso se tornassem públicos. As pressões sobre a Austrália justificam-se pelo facto de esse país ter tido papel de destaque na revelação da ligação duvidosa entre vários assessores de campanha de Trump e a Rússia, com o fim de obter ajuda para ser eleito para a Casa Branca. A conversa com Morrison teria acontecido nas últimas semanas e foi confirmada, sob anonimato, por fonte do governo australiano. Mas terá sido a Austrália a oferecer ajuda a Trump ainda antes do referido telefonema. PORMENORES Pompeo envolvido O sec. de Estado dos EUA, Mike Pompeo, participou no telefonema de Trump ao presidente da Ucrânia que originou o processo de destituição a Trump. Giuliani citado O advogado de Donald Trump, Rudy Giuliani, foi citado a depor no processo de destituição iniciado pelo Congresso contra o presidente dos EUA. Mais apoio à destituição O apoio à destituição de Trump cresceu 8% numa semana, sendo já 45% dos norte-americanos a quererem vê-lo afastado.
LINK ORIGINAL: Correio da manha

Entornointeligente.com

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation