Deley: ‘É tapete vermelho para o Celso Barros’ - EntornoInteligente

Entornointeligente.com / OGlobo / RIO – O ex-jogador Deley lançou nesta segunda-feira sua candidatura à presidência do Fluminense. O deputado federal deve ser o único candidato de oposição ao presidente Peter Siemsen, que deve confirmar sua candidatura à reeleição nos próximos dias. A eleição será no dia 23 de novembro. Deley é apoiado pelos principais nomes da oposição do Fluminense, como o ex-presidente Roberto Horcades, Júlio Bueno, candidato derrotado por Peter em 2010, e Alcides Antunes, ex-vice de futebol.

Deley fez críticas à administração de Peter Siemsen e disse que pretende aprofundar as relações com a Unimed.

– Quero estender tapete vermelho ao Celso Barros.

Relação com a Unimed

– A Unimed é o melhor patrocinador do Brasil. Já falei com o Celso e ele é uma figura importantíssima para o Fluminense. A atual administração de vez em quando sai na pancada com ele. Eu não vou sair nunca. É tapete vermelho para ele. No passado eu e o Júlio Bueno cometemos o erro de não compreender a importância do Celso Barros. Não quero constranger ninguém ao falar sobre apoio na eleição, mas o Celso terá tapete vermelho no Fluminense.

Relação com Federação do Rio

– Acho que tem que haver uma relação institucional. Em vez de essa gestão brigando com o presidente da Ferj… Posso gostar ou não dele, mas brigar? Política é a arte de construir. Você tem que sentar à mesa com os dirigentes, com quem for, e conversar da melhor maneira. Agora, se me sacanear, o pau quebra. Vou para 12 anos de Congresso e acho que tenho capacidade para construir pontes políticas para o bem do Fluminense.

Dívida dos clubes com o governo

– Não adianta soltar fogos em protesto na porta da Procuradoria. Você tem que sentar e negociar. Sobre a dívida dos clubes, tenho conversado muito com o governo. Se o governo dá subsídio à indústria automobilística e anistiou por exempo a Santa Casa, não vejo porque não possa haver uma negociação com os clubes. Não posso trabalhar com a premissa de que todo dirigente é ladrão. Quantos empregos gera o futebol? Os clubes precisam estar fortes. Acho que a discussão passa por aí.

Apoio de ex-dirigentes do Flu

– Não sou candidato do Horcades, não sou candidato do Júlio Bueno ou do “Manuel”. Sou candidato de um grupo que está insatisfeito com a atual administração. O Horcades teve coisas boas, coisas ruins, mas não vou crucificar ninguém. Já disseram que ele seria o meu vice, mas isso é coisa plantada. Sobre o Júlio Bueno, ele foi secretário de estado do Espírito Santos, é o atual secretário de desenvolvimento econômico do Rio e é uma das pessoas que mais conhece o mercado. Vai me ajudar muito.

Xerém

– Dizem que o Peter está tentando dar atenção a Xerém, mas podemos fazer muito mais. Não conseguimos viabilizar nada para Xerém através da Lei do Incentivo ao Esporte. Outros clubes, como o São Paulo, já conseguiram captar muitos milhões para a base através dessa lei.

Entornointeligente.com

.




.

Síguenos en Twitter @entornoi






Sigue a nuestro director Hernán Porras Molina













Follow Me




.