Covid-19: número de infecções com novo máximo na semana passada, alerta OMS » EntornoInteligente

Covid-19: número de infecções com novo máximo na semana passada, alerta OMS

covid_19_numero_de_infeccoes_com_novo_maximo_na_semana_passada_2C_alerta_oms.jpg

Entornointeligente.com / O secretário-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, voltou esta segunda-feira a alertar para o aumento de casos de covid-19 no mundo, 5,2 milhões só na semana passada, um novo máximo.

Na conferência de imprensa ‘online’ que faz regularmente sobre a pandemia de covid-19 o responsável, como tinha feito na semana passada, falou do aumento de casos explicando que o número de mortos aumentou pela quinta semana consecutiva e que há agora mais de três milhões de mortes notificadas.

“Foram precisos nove meses para atingir um milhão de mortes, quatro meses para dois milhões e três meses para atingir três milhões”, disse.

Os grandes números podem deixar as pessoas insensíveis, mas cada uma dessas mortes “é uma tragédia para famílias, comunidades e nações”, salientou.

Na conferência de imprensa de esta segunda-feira, Tedros Adhanom Ghebreyesus, mas também outros responsáveis da OMS, referiram que as infecções e hospitalizações de pessoas com idades entre 25 e 59 anos está a “aumentar a um ritmo alarmante”, possivelmente devido a variantes do vírus mais transmissíveis e a uma maior mistura social entre adultos mais jovens.

“Temos os instrumentos para controlar esta pandemia numa questão de meses, se os aplicarmos de forma consistente e equitativa”, advertiu.

E na semana em que se assinala o Dia da Terra, na quinta-feira, o secretário-geral acrescentou que a pandemia irá regredir, mas que depois disso permanecem outros desafios, incluindo o desafio da crise climática.

E se a covid-19 já matou três milhões de pessoas a poluição atmosférica mata anualmente mais do dobro, sete milhões, frisou.

É certo, lembrou, que no ano passado a qualidade do ar melhorou devido às restrições nas economias impostas pela covid-19, mas em Setembro “a poluição atmosférica tinha regressado aos níveis pré-pandémicos”, e a nível mundial as emissões de dióxido de carbono diminuíram menos de 6% no ano passado.

“O argumento de saúde para a acção climática é absolutamente claro. As mesmas escolhas insustentáveis que estão a matar o nosso planeta estão a matar pessoas”, afirmou o director geral, alertando que “não há uma vacina” para as alterações climáticas.

Na conferência de imprensa de esta segunda-feira Tedros Adhanom Ghebreyesus falou do clima, mas também dos jovens e da forma como têm sido afectados pela pandemia (perturbações na educação por exemplo) para referir uma parceria da OMS com seis grandes organizações juvenis para formar a “Mobilização Global da Juventude”.

 A iniciativa destina-se a capacitar jovens para responderem aos desafios criados pela pandemia, e a partir de desta segunda-feira jovens de todo o mundo podem candidatar-se a subvenções entre 500 e 5000 dólares para projectos locais de resposta a esses desafios.

O início da “Mobilização Global da Juventude” é marcado com uma cimeira ‘online’ que decorre de sexta-feira a domingo (23 a 25 de Abril), para, com decisores políticos, se discutir problemas que os jovens enfrentam em todo o mundo.

LINK ORIGINAL: Publico

Entornointeligente.com

URGENTE: Conoce aquí los Juguetes más vendidos de Amazon www.smart-reputation.com

Smart Reputation

Noticias de Boxeo

Boxeo Plus
Boxeo Plus
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation

Adscoins

Smart Reputation

Smart Reputation