Confirmada morte de Archie. Suporte de vida foi desligado

confirmada_morte_de_archie_suporte_de_vida_foi_desligado.jpg
Entornointeligente.com /

Archie Battersbee, a criança que tem estado a comover Inglaterra e o mundo, morreu este sábado, no Royal London Hospital, em Whitechapel, depois de terem sido desligadas as máquinas de suporte de vida.

Relacionados reino unido.  Máquinas de suporte de vida a Archie desligadas este sábado

morte cerebral.  Archie partiu. Como a «morte suspensa» atrasa e dificulta o luto

reino unido.  Menino britânico em coma vai continuar com suporte de vida ligado após decisão do tribunal

Foi a mãe da criança que anunciou a morte de Archie à porta do hospital, de acordo com a Sky News. «O Archie lutou até ao fim e estou muito orgulhosa de ser a sua mãe» , disse Hollie Dance.

Archie Battersbee morreu às 12h15 . «Retiraram a medicação às 10h da manhã. Os seus níveis permaneceram estáveis até duas horas depois, quando removeram a ventilação» , explicou Ella Rose Carter, membro da família.

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever «Esperamos que nenhuma família tenha de passar pelo que passámos. É bárbaro» , disseram.

Após uma longa batalha legal entre os pais do rapaz – Hollie Dance e Paul Battersbee – e a justiça britânica, o Tribunal de Recurso negou a permissão para recorrer da decisão do hospital.

A família da criança chegou a recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos que recusou «interferir com as decisões dos tribunais nacionais para permitir que a retirada do tratamento de suporte de vida [de Archie] prossiga».

Em entrevista à Sky News, Hollie Dance explica que esgotou as suas opções e que nunca irá aceitar a decisão do tribunal. «Fiz tudo o que prometi ao meu menino que faria» , disse.

«Tem sido muito difícil. Apesar da cara dura e forte e da aparência que tenho em frente das câmaras, até agora, tenho estado bastante destroçada», admitiu a mãe.

Archie Battersbee, de 12 anos, esteve em coma durante cerca de quatro meses, tendo sido encontrado inconsciente no dia 7 abril. A criança foi encontrada pela sua mãe com uma ligadura à volta do pescoço depois de possivelmente ter participado num desafio online da rede Tik Tok que terá corrido mal.

Os médicos que trataram o rapaz confirmam que se encontrava em morte cerebral e que estava a ser mantido vivo através de uma combinação de intervenções médicas, incluindo ventilação, no Royal London Hospital.

LINK ORIGINAL: Diario Noticias

Entornointeligente.com