Como os argentinos turbinam sócio-torcedor e superam brasileiros em adesões » EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

Principais rivais dos clubes brasileiros nos torneios continentais, argentinos também lidam com o efeito da ausência dupla — física e financeira — dos torcedores no estádio. No momento de crise, o exercício de lá e cá é manter a base de sócios para amenizar a defasagem de receitas.

Em que pese as diferenças culturais e econômicas dos dois países, os balanços mais recentes explicam a relevância das receitas em dias de jogos, da qual faz parte o programa de sócios. Segundo estudo da EY, o “matchday” corresponde a 21% da arrecadação do Boca.No Flamengo, 18%. River Plate (20%), Corinthians (20%) e Grêmio (18%) acompanham a tendência.

Mas quando se trata de adesão, os argentinos levam vantagem. Dados de 2019 mostram que o Boca já superou os 200 mil sócios, enquanto o River Plate ronda os 150 mil. No Brasil, o líder ainda é o Vasco, que até esta quarta-feira tinha 115 mil. No fim do ano passado, no auge da campanha para atrair mais sócios, o clube chegou a bater 170 mil. Atualmente, o Flamengo tem 78,5 mil sócios. Fluminense e Botafogo contam com 37,7 mil e 32,7 mil, respectivamente.

— Os argentinos talvez explorem até com mais força em suas campanhas a questão da identidade do torcedor. A mensagem é que ser “hincha” daquele time é algo muito importante em quem você é, você precisa ser sócio para provar isso — explica André Monnerat, diretor de negócios da Feng, empresa especializada no assunto e que cuida dos programas de sócios de Santos, Vasco e Flamengo.

Diante disso, existe até uma espécie de fila para se tornar sócio do Boca. Todos podem se associar ao clube, mas não terão vantagem relacionada a ingressos e acesso a jogos. Os novos contribuintes são classificados como aderentes e esperam até a fase seguinte. Os ativos, nos tempos pré-pandemia, podiam usufruir das vantagens relacionadas a ingressos.

PUBLICIDADE Em números absolutos, o Boca embolsou US$ 29 milhões com receita de “matchday” na temporada passada (as contas e o calendário dos argentinos acompanham os europeus). Só perdeu para o Flamengo, considerando o cruzamento de argentinos e brasileiros. Não satisfeito, o clube em maio divulgou a ideia de alcançar um milhão de sócios no mundo todo. Uma das campanhas é a do sócio eterno, na qual o torcedor fica ligado ao clube e contribui mesmo após a morte.

O River Plate já provou o sabor da força dos sócios quando se reconstruiu após a queda para a segunda divisão. No orçamento da temporada 2019/20 do atual vice-campeão da Libertadores, a expectativa era que o faturamento com associados saltasse para cerca de 30% da receita bruta. Não contavam com a pandemia.

Mesmo assim, dados de junho apontam que só 7% dos sócios ficaram inadimplentes. E olha que um ponto forte no River é a venda de bilhetes para a temporada, algo que o torcedor não tem usufruído nos últimos meses.

— Tratar programa de sócios e “season ticket” como produtos diferentes, mas complementares, é algo que o River faz bem. No Brasil, o “season ticket” acabou absorvido pelos programas de sócio, que oferecem muitas vezes o mesmo benefício sem usar o mesmo nome — completou Monnerat.

Para quem atua no mercado brasileiro, simplesmente copiar os argentinos pode ser uma armadilha. O que não significa que os profissionais dos clubes fechem os olhos para o que ocorre no outro lado da frenteira.

PUBLICIDADE — Cada clube pode ter um modelo. A grande referência que eles podem dar é nas campanhas de marketing. Há uma relação muito passional. Quanto ao modelo de negócio, não chega a ser disruptivo. A gente leva em conta o que acontece na Europa, onde há futebol de alto nível. A gente estuda, mas não necessariamente replica, porque são realidades distintas — explica Caio Araújo, gerente de gestão e comercial do Botafogo.

LINK ORIGINAL: OGlobo

Entornointeligente.com

URGENTE: Conoce aquí los Juguetes más vendidos de Amazon
>

Más info…

Smart Reputation

Prince Julio César en NYFW 2020

Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation

Prince Julio Cesar en el New York Fashion Week Spring Summer 2021

Publicidad en Entorno

Advertisement

Adscoins

Smart Reputation