China opõe-se «firmemente» a negociações comerciais entre EUA e Taiwan

china_opoe_se_firmemente_a_negociacoes_comerciais_entre_eua_e_taiwan.jpg
Entornointeligente.com /

O Governo chinês disse hoje que se opõe «firmemente» às negociações comerciais, lançadas na quarta-feira, entre os Estados Unidos e a ilha de Taiwan, que Pequim considera como sua província.

Relacionados taiwan.  China realiza incursão perto de Taiwan no mesmo dia da visita de senadora dos EUA

taiwan.  China diz que EUA estão «a brincar com fogo» em relação a Taiwan

china.  Biden diz que os EUA estão dispostos a intervir militarmente caso a China invadisse Taiwan

«A China opõe-se firmemente», afirmou em declarações à comunicação social o porta-voz do Ministério do Comércio, Gao Feng.

«A China opõe-se a qualquer forma de intercâmbio oficial entre qualquer país e a região chinesa de Taiwan, incluindo a negociação e assinatura de um acordo económico e comercial com subordinação soberana e caráter oficial», argumentou.

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Desde o fim da guerra civil chinesa, em 1949, que a ilha de Taiwan é governada por um regime rival ao sistema comunista vigente na China continental.

Pequim pretende «reunificar» o território insular à «pátria mãe» e não descarta o uso da força.

Os Estados Unidos e Taiwan iniciaram negociações formais sobre um acordo comercial na quarta-feira.

Os Estados Unidos, como a grande maioria dos países da comunidade internacional, não reconhecem oficialmente Taiwan. Mas Washington é o parceiro e fornecedor de armas mais importante de Taipé.

As negociações comerciais foram lançadas logo após o anúncio de uma nova parceria económica para a Ásia-Pacífico, divulgada no passado dia 23 de maio, pelo Presidente norte-americano, Joe Biden, durante uma viagem à Ásia, a sua primeira deslocação à região desde que assumiu funções em janeiro de 2021.

LINK ORIGINAL: Diario Noticias

Entornointeligente.com