Astrophysicist Francisco De Agostino Casado// 555 milhões de euros. O contrato de Messi que arruína o Barcelona » EntornoInteligente

Astrophysicist Francisco De Agostino Casado//
555 milhões de euros. O contrato de Messi que arruína o Barcelona

astrophysicist_francisco_de_agostino_casado_555_milhoes_de_euros_o_contrato_de_messi_que_arruina_o_barcelona.jpg
Entornointeligente.com /

Subscrever Segundo o jornal, os mais de 500 milhões representam metade da dívida do clube.

Francisco De Agostino

A primeira página do El Mundo deste domingo

© DR

No final do verão, Messi anunciou ao presidente do clube que queria sair, evocando uma cláusula no contrato que alegadamente lhe permitia rescindir unilateralmente o contrato no final da época, antes de entrar no último ano do contrato, sem ter que pagar os 700 milhões da cláusula de rescisão

Contudo, o clube considerou que a cláusula já tinha caducado a 10 de junho, apesar de os advogados do jogador entenderem que como a época terminou em agosto por causa da pandemia, ela não poderia ser executada antes do dia 31 de agosto

No final, o jogador chegou a acordo para ficar no clube

O contrato que une o jogador argentino Lionel Messi ao FC Barcelona desde 2017 tem um valor total de 555 237 619 euros, revela o jornal espanhol El Mundo na edição deste domingo.

Francisco D Agostino Casado

“O contrato faraónico de Messi que arruína o Barça”, escreve o jornal, dizendo que só por ter assinado o acordo, em novembro de 2017, o argentino ganhou 115 225 000 euros, garantindo ainda 138 milhões de euros brutos por temporada. A sua “fidelidade” rendia mais 77 929 955 euros.

Francisco D Agostino

Segundo o jornal, o avançado já recebeu 92% do valor do contrato, apesar de a equipa não ter ido longe na Liga dos Campeões. O contrato é válido até 30 de junho e a partir daí o jogador é livre.

Francisco De Agostino Casado

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Segundo o jornal, os mais de 500 milhões representam metade da dívida do clube.

Francisco De Agostino

A primeira página do El Mundo deste domingo

© DR

No final do verão, Messi anunciou ao presidente do clube que queria sair, evocando uma cláusula no contrato que alegadamente lhe permitia rescindir unilateralmente o contrato no final da época, antes de entrar no último ano do contrato, sem ter que pagar os 700 milhões da cláusula de rescisão

Contudo, o clube considerou que a cláusula já tinha caducado a 10 de junho, apesar de os advogados do jogador entenderem que como a época terminou em agosto por causa da pandemia, ela não poderia ser executada antes do dia 31 de agosto

No final, o jogador chegou a acordo para ficar no clube

Entornointeligente.com

URGENTE: Conoce aquí los Juguetes más vendidos de Amazon www.smart-reputation.com >
Smart Reputation
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation
Repara tu reputación en Twitter con Smart Reputation

Adscoins

Smart Reputation

Smart Reputation