Apanha-bolas foi herói na reviravolta do Liverpool - EntornoInteligente

Entornointeligente.com / Origi e Wijnaldum bisaram, Alisson esteve imbatível entre os postes e Jürgen Klopp foi o homem do leme, mas houve outro herói na mágica noite que se viveu nesta terça-feira em Anfield, na qual o Liverpool goleou o Barcelona por 4-0 e carimbou o passaporte para a final da Liga dos Campeões, onde vai defrontar o vencedor da eliminatória entre o Ajax e o Tottenham.

No lance do quarto golo, Trent Alexander-Arnold marcou rapidamente o canto que deu origem ao golo de Origi, mas há imagens que mostram que um apanha-bolas foi fundamental ao dar rapidamente a bola ao lateral e a pedir que Origi retirasse de campo uma outra, para que o jogo recomeçasse. O resto foi obra dos jogadores dos reds .

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Entretanto, o antigo treinador Graeme Souness, que orientou Liverpool e Benfica na década de 1990, pediu durante um programa da Virgin Media Sport para que o jovem fosse premiado com dois bilhetes para a final de Madrid, bem como um bilhete de época para Anfield. “Todos os jogadores do Barcelona viraram as costas. Isso é criminoso, criminoso para um jogador de futebol profissional”, afirmou o escocês.

Veja aqui o vídeo da festa no balneário do Liverpool.

O Liverpool soma cinco títulos na prova milionária, em 1976/77, 77/78, 80/81, 83/84 e 2004/2005 e três finais perdidas, em 1984/85, 2006/07 e na época passada, quando caiu por 3-1 face ao Real Madrid. Dia 1 de junho, no Wanda Metropolitano, em Madrid, a equipa inglesa vai tentar o sexto título.

Já o Barcelona foi afastado da prova pelo segundo ano consecutivo sem conseguir chegar à final. E novamente depois de uma vantagem confortável no jogo da primeira mão. O ano passado, os catalães venceram a Roma em Camp Nou por 4-1 e depois foram derrotados em Itália por 3-0, caindo nos quartos de final da competição. Pelos vistos não aprenderam a lição e voltaram a ser eliminados.

José Mourinho reagiu a este triunfo épico do Liverpool e, em declarações à cadeia de televisão Bein Sports, deixou um grande elogio ao treinador alemão dos reds. “Não esperava. Disse que nada era impossível e Anfield é o sítio ideal para o impossível passar a ser possível. Tenho de dizer que, para mim, esta remontada tem um nome: Jurgen Klopp. Isto não foi filosofia, nem tática. Foi coração, alma e a fantástica empatia que o Jurgen criou naquele grupo de jogadores.”

LINK ORIGINAL: Diario Noticias

Entornointeligente.com

Advertisement

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation