Ana Luísa Amaral vai dizer os seus poemas no Palácio Real de Madrid

ana_luisa_amaral_vai_dizer_os_seus_poemas_no_palacio_real_de_madrid.jpg
Entornointeligente.com /

Os poetas portugueses Ana Luísa Amaral e Luís Quintais e os poetas espanhóis Antonio Gamoneda e Amalia Iglesias participam na quinta-feira, no Palácio Real de Madrid, na 33.ª Velada Poética, que encerra habitualmente o programa de homenagem ao autor distinguido no ano anterior com o prémio Reina Sofía de poesia ibero-americana.

Ana Luísa Amaral, que venceu o prémio no final de Maio de 2021 , irá ler alguns dos seus poemas, tal como os restantes poetas convidados, um dos quais, Antonio Gamoneda , integra também a lista de galardoados com o Reina Sofía, que conquistou em 2006, no mesmo ano em que ganhou o prémio Cervantes.

No dia anterior, quarta-feira, e ainda no âmbito do programa associado ao prémio, terá lugar na Universidade de Salamanca um colóquio internacional dedicado à obra da poeta portuguesa, cuja conferência inaugural, intitulada Ana Luísa Amaral: Poesia e Mundo , estará a cargo da ensaísta Maria Irene Ramalho, da Universidade de Coimbra.

Ao longo da manhã e da tarde intervirão cerca de uma dezena de conferencistas, incluindo Isabel Pires de Lima, Rosa Maria Martelo e Marinela Freitas, da Universidade do Porto, onde a própria Ana Luísa Amaral foi professora de literatura e cultura anglo-americana, mas também, entre outros, Claire Williams, da Universidade de Oxford, ou Paulo Medeiros, da Universidade de Warwick.

A encerrar o colóquio, haverá uma leitura de poemas, também ela cruzando poetas portugueses e espanhóis, como voltará a suceder no dia seguinte em Madrid. Em Salamanca, serão Margarida Vale de Gato e Miguel-Manso os poetas portugueses de quem Ana Luísa Amaral se fará acompanhar.

Enquanto vencedora do último prémio Reina Sofía, Ana Luísa Amaral integra por inerência o júri que escolherá o premiado deste ano, cuja reunião final decorrerá na manhã de quinta-feira, prevendo-se que o nome do vencedor seja anunciado no mesmo dia.

Nascida em 1956, em Lisboa, mas tendo vivido a maior parte da sua vida em Leça da Palmeira, Matosinhos, Ana Luísa Amaral publicou o seu primeiro livro, Minha Senhora de Quê , em 1990. Uma nova edição da sua obra poética reunida, que inclui 17 títulos, acabou de ser publicada pela Assírio & Alvim, do grupo Porto Editora, com o título O Olhar Diagonal das Coisas .

LINK ORIGINAL: Publico

Entornointeligente.com