"Amantes de Modena", sepultados de mão dada há cerca de 1500 anos, eram afinal homens - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

O par de esqueletos antigos conhecido como “Amantes de Modena”, por terem sido encontrados enterrados nessa cidade italiana de mãos dadas, eram afinal dois homens, revelaram os cientistas.

Descobertos em 2009, os restos que datam do período entre os séculos IV e VI d.C estavam de tal maneira degradados que parecia impossível determinar o seu género e sempre se assumiu que fossem de um homem e de uma mulher.

Contudo, através da análise às proteínas presentes no esmalte dentário, os cientistas da Universidade de Bolonha provaram que os esqueletos são de dois homens.

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever “Conseguimos extrair proteínas do esmalte dentário de ambos os indivíduos.. e podemos classificá-los com segurança como do sexo masculino”, segundo o artigo publicado pelos 20 cientistas envolvidos no projeto na revista Scientific Reports.

Os cientistas dizem ser impossível determinar a orientação sexual dos esqueletos. Podiam ser amigos, irmãos ou primos, dada a idade semelhante, ou camaradas de guerra. “Apesar de não podermos excluir a hipótese de estes indivíduos poderem estar apaixonados, é pouco provável que as pessoas que os enterraram tenham decidido mostrar tal laço ao posicionar os seus corpos de mãos dadas”, escreveram os cientistas.

As atitutes da altura em relação à homossexualidade sugerem que uma relação entre os dois era improvável. No tempo de Justinian, o imperador entre 527 e 565 d.C., as relações sexuais entre dois homens eram consideradas um crime.

LINK ORIGINAL: Diario Noticias

Entornointeligente.com

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation

166875