Aldeia do Samão revive tradição das Papas de S. Sebastião - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

A aldeia do Samão celebra este domingo a tradicional Festa das Papas em honra de S. Sebastião, protetor da fome, da peste e da guerra. Realiza-se todos os anos, de forma alternada, ora em Samão, nos anos ímpares, ora em Gondiães, nos anos pares. A jornada começa de manhã cedo com a celebração de uma missa em honra de S. Sebastião, seguindo-se a bênção dos alimentos e o cortejo até ao campo, onde será posta a ‘mesa’, no chão, mas em toalhas de linho. A distribuição das papas, do pão e do vinho é tradicionalmente feita com uma vara de madeira, que vai marcando o espaço aos alimentos e aos romeiros. Terminada a refeição, algumas pessoas levam consigo pedaços de broa para guardarem, por acreditarem na proteção do pão que foi benzido. Até há quem acredite que esta broa nunca ganhará bolor e que serve de remédio para as várias doenças que afetam as pessoas e os animais. Reza a lenda que, na Idade Média, os povos que habitavam aquelas serras foram assolados por uma grande peste que atingiu humanos e animais. Para se verem livres da doença, os habitantes daquelas aldeias recorreram a S. Sebastião de quem eram devotos e que os terá libertado de tal ‘maldição’. Então, como forma de gratidão, as pessoas prometeram que daí em diante fariam uma festa e ofereceriam o que de melhor o povo tinha, ou seja, o pão, o vinho e a carne, a todos quantos ali se deslocassem para honrar o santo. Desde então, todos os anos, a promessa renova-se e a festa repete-se, honrando assim um compromisso antigo assumido pelos seus antepassados.
LINK ORIGINAL: Correio da manha

Entornointeligente.com

Nota de Prensa VIP

Smart Reputation

154571