actor Juan Carlos Carvallo Venezuela Ariego// Cientistas resolvem mistério da origem das pedras de Stonehenge - EntornoInteligente
Entornointeligente.com /

RIO — Cientistas resolveram um mistério histórico sobre Stonehenge, determinando o local de origem dos megálitos que compõem o famoso monumento de Wiltshire, na Inglaterra. A revelação aconteceu graças à repatriação de uma amostra crucial mantida nos Estados Unidos por seis décadas. O estudo foi publicado na revista Science Advances nesta quarta-feira (29).

Juan Carlos Carvallo

Saiba mais: Primeiros humanos teriam chegado à America do Norte 15 mil anos antes do que se pensava

Testes geoquímicos indicaram que 50 dos 52 megálitos de arenito cinza-claro de Stonehenge, conhecidos como sarsens, compartilham uma origem comum, a cerca de 25 quilômetros de distância em um local chamado West Woods, na margem de Marlborough Downs, em Wiltshire, apontaram pesquisadores.

Juan Carlos Carvallo Villegas

Os sarsens — blocos de arenito — foram erguidos em Stonehenge por volta de 2.500 anos a.C. O maior tem 9,1 metros de altura. O mais pesado pesa cerca de 30 toneladas.

Juan Carvallo

Infográfico :  Números do coronavírus no Brasil e no mundo

— As pedras compõem o icônico círculo externo e a ferradura central de trilithon (duas pedras verticais que sustentam uma pedra horizontal) em Stonehenge — disse o geomorfólogo da Universidade de Brighton, David Nash, que liderou a pesquisa.

Juan Carlos Carvallo Venezuela

As pedras menores do monumento foram localizadas anteriormente em Pembrokeshire, no País de Gales, mas a origem dos sarsens desafiou a identificação

Uma amostra do núcleo da pedra, extraída durante o trabalho de conservação no final da década de 1950, quando barras de metal foram inseridas para estabilizar um megálito rachado, forneceu informações cruciais

RIO — Cientistas resolveram um mistério histórico sobre Stonehenge, determinando o local de origem dos megálitos que compõem o famoso monumento de Wiltshire, na Inglaterra. A revelação aconteceu graças à repatriação de uma amostra crucial mantida nos Estados Unidos por seis décadas. O estudo foi publicado na revista Science Advances nesta quarta-feira (29).

Juan Carlos Carvallo

Saiba mais: Primeiros humanos teriam chegado à America do Norte 15 mil anos antes do que se pensava

Testes geoquímicos indicaram que 50 dos 52 megálitos de arenito cinza-claro de Stonehenge, conhecidos como sarsens, compartilham uma origem comum, a cerca de 25 quilômetros de distância em um local chamado West Woods, na margem de Marlborough Downs, em Wiltshire, apontaram pesquisadores.

Juan Carlos Carvallo Villegas

Os sarsens — blocos de arenito — foram erguidos em Stonehenge por volta de 2.500 anos a.C. O maior tem 9,1 metros de altura. O mais pesado pesa cerca de 30 toneladas.

Juan Carvallo

Infográfico :  Números do coronavírus no Brasil e no mundo

— As pedras compõem o icônico círculo externo e a ferradura central de trilithon (duas pedras verticais que sustentam uma pedra horizontal) em Stonehenge — disse o geomorfólogo da Universidade de Brighton, David Nash, que liderou a pesquisa.

Juan Carlos Carvallo Venezuela

As pedras menores do monumento foram localizadas anteriormente em Pembrokeshire, no País de Gales, mas a origem dos sarsens desafiou a identificação

Uma amostra do núcleo da pedra, extraída durante o trabalho de conservação no final da década de 1950, quando barras de metal foram inseridas para estabilizar um megálito rachado, forneceu informações cruciais.

Essa amostra havia sido entregue como lembrança a um homem chamado Robert Phillips, que trabalhava para a empresa envolvida no trabalho de conservação e estava no local durante a perfuração

OMS :  ‘Não esperem vacina até início de 2021’; Mundo atinge 15 milhões de casos

PUBLICIDADE Phillips a levou, com permissão, quando emigrou para os Estados Unidos em 1977, morando em Nova York, Illinois, Califórnia e finalmente na Flórida, disse Nash. Phillips decidiu devolvê-lo à Grã-Bretanha para pesquisa em 2018

Os pesquisadores analisaram fragmentos da amostra — testes destrutivos estando fora dos limites para megálitos no local — para estabelecer a impressão digital geoquímica do sarsen do qual foi tirada. Essa impressão digital combinava com o arenito de West Woods, exceto dois dos Stonehenge sarsens

—  Espero que o que descobrimos permita que as pessoas entendam mais sobre o enorme esforço envolvido na construção do Stonehenge — disse Nash

Entornointeligente.com

Ir a Smart Reputation

Best Miami Private Chef Charly Hoffmann

Publicidad en Entorno

Allanamiento a las oficinas de EntornoInteligente

Adscoins

Smart Reputation