Saiba tudo sobre a frente fria que chega na quarta-feira e deve ser a pior do inverno

saiba_tudo_sobre_a_frente_fria_que_chega_na_quarta_feira_e_deve_ser_a_pior_do_inverno.jpg

Entornointeligente.com / RIO — Na semana em que julho se despede, o frio será intenso em algumas cidades do Brasil. De acordo com previsões meteorólogicas, uma massa de ar frio avançará sobre o país a partir de quarta-feira, dia 28, trazendo as temperaturas mais gélidas deste inverno, além de chuvas e geadas. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a friagem persistirá até domingo.

Onda de frio: Modelos meteorológicos que previam neve no RJ agora mostram que haverá apenas geada

Em algumas cidades do Sul, as temperaturas já começarão a cair a partir de terça-feira, quando também tem início a previsão de chuva. De acordo com o Inmet, um dos diferenciais dessa massa de ar frio será a persistência de dias consecutivos com temperaturas mínimas negativas em algumas áreas da região. 

— Há uma frente fria que já atua sobre o Rio Grande do Sul e se dissipará no oceano. No entanto, ela é responsável pela geração de uma massa de ar frio que avançará pelo interior do país, principalmente a partir da madrugada de quarta-feira, chegando com mais força nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste — explica o meteorologista do Inmet Heráclio Alves.

Educação:   Em agosto, pela primeira vez na pandemia, maioria das escolas vai abrir; veja exemplos de onde a volta já deu certo no Brasil

Segundo o Climatempo, a previsão é que Porto Alegre tenha mínima de 4°C na quarta-feira e não passe dos 12°C, temperatura distante dos 21°C de máxima que registra nesta segunda-feira. Em Curitiba, quinta-feira deve ser o dia mais frio da semana, com mínima negativa e máxima de 9°C, enquanto Florianópolis não passará dos 15°C, segundo o serviço meteorológico.

No Sudeste, algumas cidades não passarão dos 15°C até sexta-feira, dia em que Rio de Janeiro e São Paulo terão seus picos de frio. Segundo o Climatempo, a capital carioca, que hoje registra máxima de 32°C, não passará dos 17°C e terá mínima de 9°C em alguns pontos. Já na cidade paulista, a temperatura mínima deve chegar a 4°C.

Desequilíbrio: Américas se tornam o epicentro do caos do clima, com temperaturas escaldantes no Norte e massa fria no Sul

PUBLICIDADE Modelos meteorológicos que na semana passada indicavam uma fraca nevasca no Parque Nacional de Itatiaia, no Rio de Janeiro, agora mostram que haverá apenas geada . Apesar da expectativa frustrada de neve, ainda haverá frio intenso.

Há ainda alto risco de geada nos próximos dias em praticamente todo o Sul do país, em São Paulo e no sul de Minas Gerais. As temperaturas mais baixas do Sudeste devem ocorrer na Serra da Mantiqueira, que poderá marcar entre -2°C e -3°C. Já na região Sul, os termômetros podem atingir mínimas de até -8°C em áreas de maior altitude.

— Essa já é a terceira massa de ar que atua sobre o país nesse inverno e chega mais intensa do que as anteriores. Quando ela encontra temperaturas já mais baixas por conta da estação do ano, faz o frio ficar ainda maior — aponta Alves.

Leia mais:   Mesmo com a volta das aulas presenciais, retomada da educação levará três anos, dizem especialistas

Saiba como se preparar e ajudar  Muitos brasileiros, principalmente da região Sudeste, não estão muito acostumados com o clima gelado. Confira algumas dicas para evitar a proliferação de doenças respiratórias, como a Covid-19, e se preparar para essa frente fria:

Mantenha ambientes limpos e arejados  O frio é um prato cheio para doenças respiratórias como alergias e resfriados. Para evitar a circulação e transmissão de vírus e bactérias, é importante manter os ambientes sempre limpos e arejados. Principalmente em tempos de Covid-19, a preocupação com a circulação do ar é fundamental. Capriche nas roupas de frio e deixe as janelas abertas, pelo menos por um período do dia, para ajudar nessa tarefa. 

PUBLICIDADE Mortes por Covid: Número mais que triplica entre adultos de 30 a 49 anos e afeta pessoas no auge da carreira profissional

Não se esqueça dos exercícios físicos  A preguiça normalmente prevalece quando os termômetros marcam baixas temperaturas. Mas é importante manter o corpo ativo, principalmente para evitar doenças e outros sintomas comuns no frio, como as câimbras. Além disso, é uma boa forma de manter o corpo aquecido. Devido à pandemia da Covid-19 e suas altas taxas de transmissibilidade, a orientação é que sejam feitas atividades físicas ao ar livre.

Se alimente bem e se hidrate Outra dica para evitar ficar doente no meio da friaca que se aproxima é manter uma boa dieta, rica em alimentos saudáveis para o corpo. Frutas, legumes e verduras são sempre bem-vindos, assim como, no mínimo, dois litros de água por dia. Com baixas temperaturas e o ar bastante seco, repor a hidratação do corpo também é fundamental. 

Ajude quem precisa  Nem todo mundo tem o privilégio de poder se esconder debaixo de um edredom e um casaco quentinho. Muitas pessoas em situação de rua ou em vulnerabilidade financeira podem adoecer em período de frio intenso como o que se aproxima. Procure iniciativas de ONGs e órgãos municipais, se informe sobre as campanhas de doações de agasalhos e contribua.

No Rio de Janeiro, por exemplo, a Secretaria Especial de Ação Comunitária está recolhendo cobertores, agasalhos e quaisquer outras vestimentas de frio para doação a populações de favelas e áreas menos favorecidas da cidade.  

PUBLICIDADE Confira onde doar:   Subprefeituras recebem doações de cobertores e roupas de frio

*Estagiária sob orientação de Eduardo Graça

O Globo, um jornal nacional:   Fique por dentro da evolução do jornal mais lido do Brasil

LINK ORIGINAL: OGlobo

Entornointeligente.com

Smart Reputation

Boxeo Plus
Boxeo Plus

Smart Reputation

Más en EntornoInteligente.com