Cedae conclui obra que vai levar água a 600 mil moradores da Zona Oeste

cedae_conclui_obra_que_vai_levar_agua_a_600_mil_moradores_da_zona_oeste.jpg

Entornointeligente.com / A autônoma Tânia Regina Roriz, de 33 anos, sofre com falta de água desde que se mudou para Guaratiba, há 15 anos. Ela instalou em casa duas caixas d’água e uma cisterna, mas, ainda assim, de vez em quando é surpreendida com as torneiras vazias. Mas a conclusão de uma obra da Cedae promete trazer um refresco para a população da região. A ampliação do sistema de abastecimento da Zona Oeste começou a ser feita em 2012, mas foi interrompida durante a crise financeira do estado. Retomada em 2019, primeira fase da intervenção foi concluída e está em fase de testes. A expectativa é que eles durem cerca de um mês e, depois, a estrutura seja ligada, levando a cerca de 600 mil moradores água trazida diretamente do Sistema Guandu.

— Ao longo do mês de agosto a gente termina essa testagem para, logo em seguida, ligar a torneira. Vai ser um verão diferenciado para a turma de Guaratiba, que terá água boa na estação mais quente do ano — vibra o presidente da Ceade, Leonardo Soares, que assumiu o cargo em junho.

Abrindo o cofre :  Governo do Rio autoriza investimentos de R$ 2 bilhões em infraestrutura

O sistema conta com 2,7 quilômetros de tubulação e 13 quilômetros da adutora principal da região. Somente nesta primeira fase de obras, foram investidos R$ 21 milhões, que foram financiados por empresas privadas, em uma parceria estabelecida com o governo do estado. Além de Guaratiba, as intervenções também vão beneficiar os bairros de Sepetiba, Pedra de Guaratiba, Santa Cruz, Paciência, Cosmos, Campo Grande e Inhoaíba.

A novidade parece ser boa demais para Tânia, que prefere comemorar só quando o sistema estiver funcionando a pleno vapor.

— A Cedae promete essa obra desde que vim morar aqui. Espero agora saia — diz.

Em meio à retomada:    Mercado já disputa terrenos para uso residencial no Centro do Rio

O projeto total terá três etapas, que custarão ao todo R$ 226 milhões. Na etapa 2, serão aplicados R$ 129 milhões em recursos oriundos do leilão da Cedae. A obra está em fase de contratação para a construção de dois reservatórios de 10 mil m³ cada, 1 Km de adutora (700 mm), 4 Km de adutora em 600 mm e 31 Km de troncos distribuidores.A etapa 3, com valor projetado de R$ 76 mihões, ainda está em fase de finalização da licitação.

Novo leilão remodelado

PUBLICIDADE Guaratiba, assim como outros 21 bairros da Zona Oeste e seis municípios, faz parte do único bloco que não recebeu propostas no leilão da Cedae realizado em abril. Apesar de ter o valor mais baixo (R$ 908 milhões), não foi arrematado. Mas isso pode mudar até o fim do ano. Segundo Leonardo Soares, o governo estuda fazer um novo leilão em novembro.

— Vamos fazer uma remodelagem e viabilizar a adesão pelo menos outros 9 municípios a esse bloco, o que vai gerar mais apelo nos possíveis investidores — diz.

O Globo, um jornal nacional:   Fique por dentro da evolução do jornal mais lido do Brasil

LINK ORIGINAL: OGlobo

Entornointeligente.com

Smart Reputation