Mãe protege filhos durante tiroteio na Linha Amarela, Rio - EntornoInteligente

G1 Globo / Durante o tiroteio que interrompeu três vezes o tráfego na Linha Amarela, na manhã desta quarta-feira (31), um vídeo recebido pela GloboNews mostra uma mãe com os dois filhos no colo sentada ao lado do carro tentando se proteger dos disparos.

Em outro registro, o motorista Ricardo Melo, que voltava do aeroporto nesta manhã, também ficou preso no fogo cruzado com a família. No vídeo, ele relata os momentos de pânico vividos no local.

Durante esta manhã, a via expressa chegou a ser bloqueada três vezes por causa de confrontos entre policiais e traficantes da Cidade de Deus. Três suspeitos morreram na ação.

Mãe protege filhos durante tiroteio na Linha Amarela (Foto: Reprodução TV Globo)

“Eu vi um clarão, porque o meu carro era o primeiro, não tinha mais ninguém na minha frente, a Linha Amarela estava vazia. Você não sabe o que fazer. O pedaço que eu estava tem a comunidade de um lado e comunidade do outro lado. A mureta que você fica atrás dela, não sabe se o tiro vem do lado esquerdo ou do lado direito. Tinham homens armados em cima de algumas umas casas. Você vê perfeitamente isso, muita polícia, o trânsito parado. Tinha um senhor, coitado, que não aguentava sair de dentro do carro. Ele nem andava direito”, relatou o motorista.

Motorista conta como foram os momentos de tensão dentro do carro na Linha Amarela

Um dos suspeitos mortos na ação foi Rodolfo Pereira da Silva, conhecido como Rodolfinho, apontado como um dos chefes do tráfico de drogas na região. Em protesto, foram colocadas barricadas na Linha Amarela, que desde as 11h sofre interdições intermitentes devido à operação para retirada dos bloqueios e trocas de tiros.

Tiroteio assusta moradores da Cidade de Deus

“Meu carro foi o primeiro a parar, a gente ficou meio sem saber o que fazer. Saímos do carro a família, o meu irmão com a minha mãe do outro carro, fomos para trás de um ônibus, todo mundo saindo dos ônibus, algumas pessoas querem voltar na contramão e fica aquela bagunça generalizada, muito barulho de bomba, muito barulho de fogos” acrescentou.

Secretário de Segurança diz que situação é ‘lamentável’

Durante uma Conferência da Polícia Militar na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, que contou com a presença do ministro da Defesa, Raul Jungmann, o secretário de segurança pública do Rio, Roberto Sá, lamentou o tiroteio na Cidade de Deus.

“É lamentável, mas é uma imagem contra a qual a gente luta todos os dias, de formas que as instituições possam dar respostas para diminuir esse cenário”, disse Sá, após participar de conferência da Polícia Militar na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro.

O secretário voltou a dizer que existe um planejamento para aumentar o combate ao crime, mas que a situação econômica dificulta novas medidas. A criação de um fundo Estadual de segurança pelo governador Pezão é, segundo Sá, uma esperança.

“Eu gostaria de ter acesso a esse recurso, que vai poder dar ao gestor um mínimo de previsibilidade. Eu estou com planejamento para aumentar a capilaridade e a presença ostensiva de todas as regiões, o combate ao roubo de carga além do ordinário”, disse Sá.

Mãe protege filhos durante tiroteio na Linha Amarela, Rio

Con Información de G1 Globo

www.entornointeligente.com

Síguenos en Twitter @entornoi

Add comment

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *