BRASIL: Metrô de SP busca coelho perdido por menina de sete anos - EntornoInteligente

G1 Globo / O Metrô de São Paulo começou nesta semana uma campanha diferente em suas redes socais: um pedido de ajuda para localizar um coelho de pelúcia perdido. O bichinho, batizado de Mimi, pertence a Júlia Hanashiro, de sete anos. Ela o perdeu na segunda-feira (24), entre as estações São Judas e Praça da Árvore, na Linha 1 – Azul.

Após seu pai deixar uma mensagem na página do Metrô pedindo ajuda para localizá-lo, funcionários da Companhia decidiram tentar ajudar a garotinha. A postagem com o apelo pela devolução já conta com mais de 10 mil compartilhamentos, mas o brinquedo ainda não foi localizado.

Júlia viajava com a mãe, por volta das 17h, quando percebeu que havia perdido seu bichinho de pelúcia. O pai, o dentista Fernando Hanashiro, 36 anos, decidiu então postar uma mensagem no Facebook do Metrô, contando sobre a perda e pedindo ajuda para que Mimi fosse localizado.

saiba mais Veja como recuperar objetos perdidos no Metrô de SP “Como ele não tinha nome ou marca, decidi enviar a imagem para ajudar”, explica Hanashiro. O que ele não podia imaginar, no entanto, é que o pedido se tornaria uma campanha e teria uma grande repercussão. “Eu me assustei, na verdade. Não era a intenção toda essa divulgação, eu não estava esperando por isso, mas fiquei contente pela solidariedade”, conta.

  Pai diz que ainda tem esperança de encontrar Mimi (Foto: Arquivo pessoal) Segundo Hanashiro, desde que perdeu o coelhinho, Júlia, que ainda não sabe da campanha, não consegue mais dormir. “A gente percebe que ela está diferente. Às vezes ela fica quietinha no canto dela. Ontem à noite, ela estava chorando achando que não encontraria mais”, conta. Segundo o pai, o coelho era o brinquedo preferido da filha.

Achados e Perdidos De acordo com o Metrô, aproximadamente 84 mil itens perdidos foram recebidos em 2013 no setor de Achados e Perdidos. Os documentos pessoais estavam entre os mais esquecidos, contabilizando 59% dos itens recebidos. Sé, Palmeiras-Barra Funda, Jabaquara, República, Corinthians-Itaquera, Tatuapé, Paraíso, Anhangabaú e Tucuruvi figuram entre as estações com maior registro de pertences perdidos.

A Central de Achados e Perdidos fica na Estação Sé e funciona de 2ª à 6ª, das 7h às 20h, exceto em feriados. Buscas por documentos podem ser feitas pela Central de Informações, no telefone 0800- 7707722, diariamente, das 5h30 às 2h30.

Con Información de G1 Globo

Entornointeligente.com




Instagram

Username or hashtag @entornointeligente is incorrect.