BRASIL: Homem disfarçado de morador de rua mata PM em Campo Grande - EntornoInteligente

OGlobo /

RIO – Um policial militar foi morto a tiros na noite desta quarta-feira em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. Identificado como Marcos Aurélio Nascimento de Almeida, o sargento, de acordo com informações preliminares da corporação, foi surpreendido por um bandido no momento em que chegava em casa, por volta das 21h30m. Ferido pelos disparos, o PM não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Veja também Tiroteio deixa dois mortos na praça São Salvador, em Laranjeiras PM é baleado durante tentativa de assalto na Região Metropolitana do Rio PM impede arrastão em rodovia de São Gonçalo, no Rio, e mata suspeito Idoso morre vítima de bala perdida na cabeça durante tiroteio na Vila Kennedy O assassinato do policial, que é lotado no 23º BPM (Leblon), aconteceu no momento em que o policial, acompanhado da namorada, voltava para casa. Na ocasião, quando estavam na Rua Taquarembo, eles foram surpreendidos por um homem que estava disfarçado de morador de rua, segundo a PM. O bandido estaria aguardando no banco de uma praça. Após o crime, o autor dos disparos fugiu. A mulher nada sofreu.

O caso é investigado por agentes da Delegacia de Homicídios (DH) da capital. Agentes da especializada estiveram no local do crime e realizaram a perícia. Para ajudar na busca pelos suspeitos, o Disque Denúncia oferece a recompensa de R$ 5 mil por informações do paradeiro de envolvidos no crime. Marcos Aurélio é o 22º policial militar morto no estado do Rio apenas neste ano.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de envolvidos no assassinato do PM em Campo Grande pode denunciar pelo WhatsApp ou Telegram do Portal dos Procurados, no telefone (21) 98849-6099; central de atendimento do Disque Denúncia, no (21) 2253-1177, ou aplicativo do órgão; ou ainda por mensagem (inbox) pelo Facebook, no endereço https://www.facebook.com/procurados.org .

Publicidade

As informações recebidas serão encaminhadas para a DH, responsável pelas investigações. Ainda não há detalhes sobre o local de velório e e do sepultamento do sargento.

PM NÃO RESISTE APÓS FICAR 22 DIAS INTERNADO

Lotado no 7º BPM (São Gonçalo), o cabo da Polícia Militar Carlos Marcelo Oliveira da Silva morreu na tarde da última terça-feira depois de passar 22 dias internado. O policial, de 29 anos, foi baleado no dia 14 de fevereiro durante uma tentativa de assalto no bairro Jardim Catarina, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Ele foi o 21º PM morto este ano no Estado do Rio de Janeiro.

Na ocasião em que foi atingido, o PM trafegava em uma rua às margens da Rodovia Niterói-Manilha, por volta das 20h. De folga, o policial teve sua moto abordada por um bandido. Ele reagiu à ação e foi baleado no abdômen. Ferido, o cabo foi socorrido e levado para o Hospital estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, onde ficou internado até a última terça-feira. O caso foi registrado na 74ª DP (Alcântara).

BRASIL: Homem disfarçado de morador de rua mata PM em Campo Grande

Con Información de OGlobo

www.entornointeligente.com

Síguenos en Twitter @entornoi

Entornointeligente.com




Instagram

Username or hashtag @entornointeligente is incorrect.