BRASIL: 'El País': Brasil não é Nicarágua dos Somoza, Cuba de Batista ou a República Dominicana de Trujillo - EntornoInteligente

Jornal do Brasil /

El País afirma que é arrogância demais acreditar que esses quinze minutos de notoriedade são suficientes para se colocar acima da lei: vandalizar um banheiro, fingir um roubo, desafiar e humilhar os guardas de segurança. Para depois voltar para casa tão elegantemente vestidos. E tudo para esconder uma simples noite de farra. Talvez com a fotossíntese do amanhecer tenham sido capazes de se lembrar dos contratos publicitários em vigor. O problema maior, no entanto, e que os atletas provavelmente sequer imaginam, é que o incidente evoca o pior das relações entre Estados Unidos e América Latina. Nesse quintal, às vezes cassino, outras bordel, é possível fazer o que não se faz em casa. Farrear, transgredir, embebedar-se, depredar e depois voltar sorrindo.

El País fala que apesar da crise política e recessão econômica, poder judiciário mostrou que funciona muito bem no Brasil  O jornal espanhol acrescenta que é uma área que não há muita lei, de qualquer forma; então parece não fazer diferença. Daí as reações. Sem saber, os nadadores recriaram a Nicarágua dos Somoza, a Cuba de Batista ou a República Dominicana de Trujillo. Não se trata de Guerra Fria, pois tudo isso é muito anterior. É só lembrar-se de William Walker, presidente da Nicarágua em 1856-57, de nacionalidade norte-americana. Lugar de exploração e aventura, como nas lojas da grife Banana Republic, essa é justamente a história que torna a ser contada. Mas trata-se de uma história que já não funciona, e menos ainda no Brasil. Acossado pelo crime e pela corrupção, pela recessão e pelo desemprego, a crise política e o zika, apesar de tudo o Brasil tem Estado. Mais ainda, seu poder judiciário é provavelmente o de maior profissionalismo da região e certamente o de maior independência do poder político. O instante em que Gunnar Bentze e Jack Conger são desembarcados de um avião, têm seus passaportes retidos e são colocados à disposição das autoridades revela isso.

Esse instante também deve ter tido um certo sabor de reparação do orgulho nacional brasileiro, tão ferido ultimamente. E para todos os demais significa que faz muito tempo que o quintal resiste a ser quintal, finaliza El País.

BRASIL: 'El País': Brasil não é Nicarágua dos Somoza, Cuba de Batista ou a República Dominicana de Trujillo

Con Información de Jornal do Brasil

www.entornointeligente.com

Síguenos en Twitter @entornoi