Autêntica lança seleção de textos do sociólogo Paul Singer - EntornoInteligente

Jornal do Brasil / “…o assunto cidade é muito discutido no Brasil, até hoje; as manifestações são bem urbanas, essas de 2013, isso é parte dessa problemática urbana”, declara Paul Singer em  Urbanização e desenvolvimento , lançamento da Autêntica Editora. O livro consiste em uma seleção de textos do economista, feita pelo sociólogo Marcelo Gomes Justo, que se atentou para as coerências, permanências e nuances da perspectiva do autor.

Tendo como foco as análises que o autor empreendeu sobre a questão urbana, este conjunto de artigos escritos em um período de quase quatro décadas inclui a defesa do pleno direito de todos à cidade e a compreensão de que o desenvolvimento urbano guiado apenas pelo livre mercado imobiliário impede a realização desse direito.

Obra tem como foco as análises que o autor empreendeu sobre a questão urbana No livro, o tema “urbanização e desenvolvimento” aparece inicialmente na tese de doutorado de Singer, de 1966, e apresenta certa regularidade nos anos 1970 e 1980, e vai, posteriormente, espaçando em meio a outras temáticas. Aqui há textos mais conceituais sobre desenvolvimento econômico e urbanização, outros que analisam diretamente a Região Metropolitana de São Paulo, além de uma reflexão sobre a atuação de Singer como secretário de Planejamento da capital paulista. Nos anos 1960, ele explica como o livre mercado levou São Paulo a ser o polo de industrialização e de acumulação de capital no país. No início dos anos 2000, analisa como o setor de serviços passou a predominar nessa região.

Singer interpreta o desenvolvimento como um processo contraditório que se constitui na completa transformação da estrutura de produção e, consequentemente, de toda a sociedade, e caminha junto com a urbanização. Esta, por sua vez, está associada a uma visão de desenvolvimento em que ela é um processo inexorável.

Paul Israel Singer nasceu em Viena, em 24 de março de 1932. Em face da ocupação nazista, migrou para o Brasil com familiares em 1940. Militante socialista desde a juventude até hoje, fez curso secundário de eletrotécnica, foi operário e sindicalista. Em 1954, naturalizou-se brasileiro e ingressou no Partido Socialista Brasileiro. 

Formou se em Economia na Universidade de São Paulo (USP) e foi professor dessa universidade até 1964, quando foi levado a se demitir em razão do golpe militar. Regressou à USP em 1966, na Faculdade de Higiene e Saúde Pública, mas foi compulsoriamente aposentado com o AI-5, em 1968. Foi um dos criadores do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e membro fundador do Partido dos Trabalhadores. Lecionou na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), foi secretário municipal de Planejamento de São Paulo, entre 1989 e 2002, na gestão da prefeita Luiza Erundina, e regressou à Faculdade de Economia e Administração da USP, onde se aposentou em 2002. 

Esteve entre os fundadores da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da USP em 1998 e foi titular da Secretaria Nacional de Economia Solidária, órgão vinculado ao Ministério do Trabalho e Emprego, de 2003 a 2016. Em 2003, recebeu da Câmara Municipal de São Paulo o título de Cidadão Paulistano.

Autêntica lança seleção de textos do sociólogo Paul Singer

Con Información de Jornal do Brasil

www.entornointeligente.com

Síguenos en Twitter @entornoi

Entornointeligente.com