BRASIL: Japão pede mais informações técnicas sobre carne
 Inicio > Internacionales | Publicado el Martes, 21 de Marzo del 2017
BRASIL: Japão pede mais informações técnicas sobre carne


OGlobo / PEQUIM - Após a operação Carne-Fraca , o Japão, terceiro maior mercado para os frangos brasileiros no mundo, decidiu, pelo menos por enquanto, manter os pedidos de carnes vindas Brasil. Em nova rodada de reuniões em Tóquio nesta terça-feira, os japoneses solicitaram mais informações técnicas ao governo e marcaram outro encontro em 24 horas. Segundo fontes próximas à conversas técnicas, eles devem aguardar os novos dados para se posicionar. A expectativa é a de que continuem comprando do Brasil.

No ano passado, o Japão importou 417.000 toneladas de carne de aves e 1.500 toneladas de carnes suínas, de origem brasileira. O Brasil é o maior fornecedor de carne de aves para o Japão, responsável por aproximadamente 70% do que importam. Os frangos vêm de diversos estados no Brasil. Em 2016, importaram do Brasil cerca de US$ 720 milhões em frangos e US$ 6 milhões em suínos. Todos os produtos vieram de frigoríficos pré-aprovados pelos japoneses, que são fiscalizados no Japão inclusive.



Veja também Destino de US$ 2 bi em vendas do Brasil, China cobra explicações Lista Seis cuidados na hora de comprar carne Fatos mal explicados na operação Carne Fraca Após escândalo, governo promete rigor na vigilância A Coreia do Sul decidiu cancelar, pelo menos por enquanto, a suspensão temporária que havia anunciado para as importações de carnes brasileiras. Em nota divulgada pelo Ministério da Agricultura em coreano, a pasta e a autoridade sanitária do país afirmam terem recebido a informação do governo brasileiro de que os 21 frigoríficos investigados pelo Brasil não haviam exportado para o país.

Publicidade

E a China confirmou a suspensão temporária de entrada de carnes brasileiras no país nesta terça-feira e não deu prazo para a validade das medidas em vigor. A porta-voz governo Hua Chunying afirmou que a decisão foi a de "adotar algumas ações preventivas e temporárias" para proteger o consumidor chinês. A União Europeia e o Egito também suspenderam as compras dos frigoríficos investigados.

SANTA CATARINA

As exportações de carne suína para o Japão são provenientes apenas do estado de Santa Catarina e de unidades não relacionadas no processo de investigação da Polícia Federal no âmbito da operação "Carne Fraca".

Há anos, o Brasil negocia com os japoneses a liberação das exportações de carne in natura para o país. Em dezembro passado, autorizaram a entrada de carne termoprocessada brasileira. Mas só de duas plantas em São Paulo, tampouco incluídas na investigação, fornecem o produto ao país.

tyntVariables = {"ap":"Leia mais sobre esse assunto em ", "as": "© 1996 - 2017. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização."}; BRASIL: Japão pede mais informações técnicas sobre carne

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9756356/BRASIL-Japatilde;o-pede-mais-informaccedil;otilde;es-teacute;cnicas-sobre-carne

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Instagram Mi Refugio online Twitter Mi Refugio Online Facebook Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Detener Mi Refugio Online

Si tu nombre en Google está comprometido podemos ayudarte
http://www.smart-reputation.com





ATENCION: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS MEDIOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA EST� ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGUN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LINEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM