BRASIL: Operação Carne Fraca cria mal-estar entre Planalto e PF
 Inicio > Internacionales | Publicado el Martes, 21 de Marzo del 2017
BRASIL: Operação Carne Fraca cria mal-estar entre Planalto e PF


OGlobo / BRASÍLIA, SÃO PAULO E CURITIBA - A Operação Carne Fraca colocou em lados opostos o Palácio do Planalto e a Polícia Federal. Nesta segunda-feira, um dia após o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, criticar a atuação da PF, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, disse que o "estrago" já está feito:

— A "espetacularização" da cobertura é muito mais grave que o fato. Se acontece um problema nesse setor, as dimensões econômico-financeiras e no emprego são infinitamente superiores às do setor de petróleo e gás (em referência às investigações conduzidas pela PF na Petrobras). O estrago foi feito, e nós estamos correndo para segurar.

Ele mencionou ainda que todo o ambiente deflagrado com a Operação da PF acaba favorecendo os competidores do Brasil.

Veja também Carne brasileira já começa a sofrer barreiras no exterior Após escândalo, governo promete rigor na vigilância Destino de US$ 2 bi em vendas do Brasil, China cobra explicações Auditor do Ministério da Agricultura detalha irregularidades em frigorífico — Você não pode tratar as questões econômicas com a mesma ligeireza da cobertura das futricas do Salão Verde e do Salão Azul, da Câmara dos Deputados e do Senado. No mercado europeu, por exemplo, França e Irlanda disputam palmo a palmo com a carne brasileira — completou.

POSSÍVEIS NOVAS FASES

Fontes ligadas às investigações revelaram que, após a deflagração da operação na última sexta-feira, a Polícia Federal passou a receber denúncias de todo o país sobre problemas na fiscalização do Ministério da Agricultura. As informações podem compor novas fases da ação da PF. A expectativa é grande porque, na operação da semana passada, os agentes identificaram irregularidades em todos os frigoríficos investigados. A avaliação de pessoas com acesso às investigações é que a indicação política de fiscais é o principal gatilho de corrupção desse caso.

— Em todos os frigoríficos houve problema. E, veja bem, não estou falando de carne contaminada, mas corrupção de agente público, era isso que a PF procurava — frisou uma fonte, que ainda rebateu as críticas feitas pela corporação: — Os policiais não investigaram qualidade de carnes, mas casos de corrupção de funcionário público nomeado com indicação política. Quem tem de cuidar de questões sanitárias não é a Polícia Federal.

Publicidade

A repercussão negativa sobre a Operação Carne Fraca causou incômodo na Justiça Federal do Paraná, responsável por autorizar a ação da PF. O juiz da 14ª Vara Federal em Curitiba, Marcos Josegrei da Silva, que assinou decisão que deflagrou a ação da PF, lembrou a interlocutores que o foco da operação nunca foi investigar a cadeia produtiva da carne e, sim, a ação de fiscais federais suspeitos de serem corruptos, vinculados a órgãos públicos.

Como exemplo disso, ele citou a negativa do juízo à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal, que solicitaram a imediata interrupção da fábrica da BRF em Mineiros, Goiás, em razão dos indícios colhidos de irregularidades na atuação da unidade. Na ocasião, o juiz escreveu em despacho considerar "mais prudente autorizar o compartilhamento desses elementos com o Ministério da Agricultura, para adoção das providências administrativas necessárias". O juiz entende também que a forma como a PF apresentou o caso contribuiu para uma "percepção equivocada" sobre a operação.

Depois de receber críticas do governo federal, a regional paranaense da PF se fechou para informações à imprensa. Segundo fontes, os agentes de Curitiba só podem se pronunciar com autorização da chefia de Brasília.

O gerente de Relações Institucionais e Governamentais da BRF, Roney Nogueira dos Santos, que foi detido ao desembarcar em São Paulo no sábado, e outros presos da Carne Fraca devem ser transferidos para Curitiba nesta terça-feira. Ainda nesta terça, o juiz federal Marcos Josegrei da Silva deve decidir se prorroga os mandados de prisões temporária cumpridos na sexta, ou se as converte em prisão preventiva (sem prazo).

A PF apura se a denúncia feita por um dos fiscais não foi provocada por uma briga entre dois esquemas de grupos diferentes. Avalia, ainda, que a atuação desses grupos afastava os profissionais honestos dos principais centros de fiscalização.

TEMOR DE ALTA NO DESEMPREGO

O presidente Michel Temer mantém intensa preocupação com o impacto da operação. Ele conversou com os ministérios da Agricultura e das Relações Exteriores ao longo do dia, e a percepção é que houve um dano muito grande ao país, podendo ainda se reverter em aumento do desemprego e eventual fechamento de empresas.

Publicidade

Agora, comentou um auxiliar presidencial, Temer aguardará as movimentações da PF para ver se o número de frigoríficos implicados no escândalo continuará em 21 investigados e também para saber se há alguma informação grave ainda não conhecida. Só depois disso avaliará os próximos passos, se telefonará a presidentes de países que compram a proteína animal brasileira ou, até mesmo, se fará um giro pelos países importadores tentando retomar a credibilidade.

O pior mercado a se perder, avaliou uma fonte palaciana, é a União Europeia. Primeiro, pelo padrão de qualidade exigido pelos países da comunidade e, segundo, porque coloca por terra esforços que vem sendo feitos pelo acordo de comércio entre o bloco europeu e o Mercosul.

(*) Especial para O GLOBO

tyntVariables = {"ap":"Leia mais sobre esse assunto em ", "as": "© 1996 - 2017. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização."}; BRASIL: Operação Carne Fraca cria mal-estar entre Planalto e PF

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9756070/BRASIL-Operaccedil;atilde;o-Carne-Fraca-cria-malestar-entre-Planalto-e-PF

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Instagram Mi Refugio online Twitter Mi Refugio Online Facebook Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Detener Mi Refugio Online

Smart Reputation te ayuda a mejorar tu reputación en línea
http://www.smart-reputation.com





Destacadas

Tomas Elias Gonzalez Benitez Obra de Teatro: Soy feliz porque me da la gana… y punto
Tomas Gonzalez Camilo Sesto, y Ana Gabriel en el Salón de Compositores

El Comercio / Los medios de comunicación tailandeses recibieron una ola de críticas este miércoles 26 de abril de 2017 por haber difundido imágenes del hombre que mató a su hija...


Andina / 10:47. Lima, abr. 26. La sociedad civil está llamada a ejercer la mayor vigilancia del proceso de reconstrucción de las zonas afectadas por las lluvias e inundaciones y denunciar...


Venezuela Al Dia / Las últimas semanas Venezuela se ha visto inmersa en una nueva ola de protestas y represión. Muchos han sido los artistas que se han pronunciado al respecto...


Venezuela Al Dia / Las personas que se comenzaban a concentrar en Santa Mónica, uno de los puntos de encuentro pautado por la Mesa de la Unidad Democrática para dirigirse hasta...

ATENCIÓN: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUEÑOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTÁ ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGÚN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LÍNEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM