BRASIL: Artigo: Hora de suspender a Venezuela da OEA, por Luis Almagro
 Inicio > Internacionales | Publicado el Martes, 21 de Marzo del 2017
BRASIL: Artigo: Hora de suspender a Venezuela da OEA, por Luis Almagro


OGlobo / Não se pode continuar olhando para o lado. Hoje, enquanto você lê estas linhas, num país sul-americano com mais de 30 milhões de habitantes existe uma ditadura. Seu governo — violando a Constituição — não permite que as pessoas votem, mantém mais de cem pessoas presas por suas ideias, o Parlamento está sob intervenção e suas leis são anuladas pelo Judiciário dominado pelo governo, enquanto as forças de segurança do Estado podem deter e torturar arbitrariamente qualquer cidadão só por decisão dos governantes.

Por isso, fiz um apelo a uma saída eleitoral, transparente e equitativa, com os presos fora das prisões, liberdades individuais asseguradas e um canal de assistência humanitária funcionando. Restaurar ao povo seus direitos é o básico e a única forma de permitir que a Venezuela volte a ser parte do conjunto de nações democráticas do continente.

Trata-se de um sistema autoritário, além de ineficiente e corrupto: escassez dramática de alimentos, o povo doente não tem medicamentos, a inflação é de 700%, e as taxas de homicídios estão entre as mais altas do mundo. Tudo isso enquanto a quantidade estimada de dano ao patrimônio público por parte da classe governante se estima em US$ 300 bilhões, ao mesmo tempo em que as atividades do governo se veem entrelaçadas com o tráfico de drogas.

Todos esses dados estão provados. Eu os apresentei em múltiplas oportunidades e ninguém tentou desmenti-los.

A História da América Latina e do Caribe está repleta de ditadores. Por isso, em 2001, os 34 países da OEA concordaram em firmar a Carta Democrática Interamericana (CDI). Decidiram que nunca mais teriam ditaduras e que a democracia é um direito do povo que os governos devem assegurar.

Para efeitos práticos, a CDI tem dois artigos que determinam as possibilidades para que atuemos hoje perante a urgência da situação: os artigos 20 e 21. O Artigo 20 expressa que, constatada uma alteração da ordem constitucional que afete gravemente a democracia de um país-membro, será possível realizar gestões diplomáticas.

Esse caminho do Artigo 20, por conta dos fatos, manteve-se por 3 anos e fracassou: desde 2014 realizaram esses esforços os Chanceleres da Unasul, os países do Conselho Permanente da OEA, os do Mercosul, os ex-presidentes designados da Unasul, o Grupo dos 15 na OEA, o Grupo dos 15 ampliado, o Papa Francisco e seus enviados, o Departamento de Estado dos EUA, entre outros. E, apesar dos esforços, ninguém obteve resultados. Porque era parte do desejo governamental não obter resultados.

Por isso propus — que se não vislumbrasse a curto prazo, num período de um mês, um caminho realmente democrático, com sinais claros nessa direção — a suspensão da Venezuela da OEA, prevista no Artigo 21 da CDI. Porque não há outro caminho. É necessário que os países da região adotem uma postura a favor da democracia agredida.

Publicidade

Não estamos contra o diálogo, estamos contra o fracasso do diálogo. Portanto, a suspensão não é o nosso objetivo, é a última forma que encontramos em nosso marco normativo para que o governo desse país, diante do isolamento e da perda de legitimidade, somados às reivindicações da cidadania, se veja obrigado a convocar eleições que lhe devolvam a democracia, as liberdades e a prosperidade.

Como democratas, é nossa genuína obrigação.

O secretário-geral da OEA escreveu este artigo para o Grupo de Diários América (GDA), do qual O GLOBO faz parte

Manifestante chavista carrega foto do chefe da OEA, Luis Almagro, em protesto nas ruas de Caracas - RONALDO SCHEMIDT / AFP

tyntVariables = {"ap":"Leia mais sobre esse assunto em ", "as": "© 1996 - 2017. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização."}; BRASIL: Artigo: Hora de suspender a Venezuela da OEA, por Luis Almagro

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9756058/BRASIL-Artigo-Hora-de-suspender-a-Venezuela-da-OEA-por-Luis-Almagro

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Instagram Mi Refugio online Twitter Mi Refugio Online Facebook Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Detener Mi Refugio Online





Destacadas

Francisco Velasquez VENEZUELA: Cuatro razones por las que ellas fingen el orgasmo
Francisco Velasquez VENEZUELA: MUD: El CNE promueve la abstención y baja de votantes
Francisco Javier Velasquez VENEZUELA: TSJ declara procedente detención de Germán Ferrer
Gonzalo Morales TSJ autoriza captura del esposo de la legítima Fiscal Ortega Díaz
Francisco Velasquez VENEZUELA: En Gaceta decreto que ratifica a Luis Emilio Rondón como rector del CNE
Premier Motor Group con accesorios, ropa y regalos Land Rover y Jaguar

El Aragueno / La respuesta del expresidente de EEUU Barack Obama a la terrible violencia racial que se desató en Charlottesville , estado de Virginia en EEUU, acaba de romper un...


Notiminuto / Según informó el gobernador del estado Amazonas Liborio Guarulla, se registró una "masacre" en el Centro de Detención Judicial de Puerto Ayacucho, luego que funcionarios del Ministerio de Interior...


Notivargas / Prensa Cicpc.- Efectivos Cuerpo de Investigaciones Científicas, Penales y Criminalísticas (Cicpc),adscritos a la División Contra los Delitos Informáticos, capturaron a una mujer por el delito de acceso indebido a...


Noticias 24 / .- Con la intensión de alegrar a todo el que la escuche marcar pauta en el medio musical, J. Chely y Eduard Crazy Boy se unieron para cantar...

ATENCION: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS MEDIOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA EST� ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGUN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LINEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM