BRASIL: Governo ouvirá Armínio Fraga e abrirá espaço ao PSDB
 Inicio > Internacionales | Publicado el Viernes, 02 de Diciembre del 2016
BRASIL: Governo ouvirá Armínio Fraga e abrirá espaço ao PSDB


OGlobo / BRASÍLIA E SÃO PAULO — Com o cenário econômico desfavorável, o governo busca medidas para superar a conjuntura negativa e decidiu ampliar o espaço do PSDB nesta formulação. Há previsão de ocorrer nas próximas semanas uma reunião entre técnicos econômicos do governo com o economista Armínio Fraga, principal nome do PSDB na área e que chegou a ser sondado para integrar o Ministério do governo de Michel Temer. O encontro está sendo articulado entre a cúpula do PMDB e do PSDB, como uma das apostas para tentar animar a economia "real", evitando que a situação de desemprego e baixo crescimento derrube as perspectivas futuras de melhoras.

Veja também Caso Geddel aumenta insatisfação do PSDB com governo Temer Governo tenta aproximação para se tornar mais palatável, avaliam tucanos Renan diz a Temer que PSDB deve ter papel mais relevante no governo Para manter o apoio do mercado, do Congresso e de setores da sociedade, o governo pretende acelerar as medidas de recuperação da economia, com ações que tenham efeito mais imediato. A intenção é ouvir as propostas e incorporar ao plano econômico o que for possível. A maior preocupação é acelerar a implementação de medidas que tenham efeito no curto prazo para dar respostas à população e, assim, remediar o cenário de possível virada contra o governo. A presença de Fraga neste sentido será vital já que, na análise de assessores do Planalto, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, vem "perdendo substância" devido à pouca efetividade das medidas tomadas até o momento, quase todas com viés mais estrutural que conjuntural.

— Meirelles era a âncora do governo, mas começa a perder substância porque as medidas implementadas até agora não surtiram efeito — justifica um auxiliar de Temer.

Após seis meses de gestão e com medidas de crescimento econômico ainda patinando, o presidente Temer expôs a aliados nos últimos dias ter uma preocupação adicional: a pauta de votações do Congresso. Em conversas com peemedebistas, o presidente considerou muito ruim a aprovação das medidas de combate à corrupção na Câmara na madrugada de quarta-feira, com várias distorções ao texto original que geraram forte reação popular, e disse que, dependendo do que o Senado fizer com o projeto, poderá partir para o veto.

Para Temer, a votação das medidas foi mais uma bomba que jogaram no seu colo. Ele pediu a aliados que, com o texto que chegou nesta quarta-feira ao Senado, seja feito um pente-fino no que foi aprovado pela Câmara. O ideal, segundo seus auxiliares, seria que o projeto passasse pela análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) antes de ser apreciado pelo plenário do Senado.

— O presidente está preocupado, quer ver o que tem no texto que foi aprovado pela Câmara — disse um interlocutor.

Publicidade

O presidente quer evitar que o tema volte à pauta neste ano e viu com alívio a decisão dos senadores de derrubarem requerimento de urgência colocado em votação pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). A ação do senador, inclusive, pegou o presidente de surpresa, já que seus auxiliares diretos lhe haviam levado relatos de que Renan daria tempo aos colegas para conhecerem o texto antes de votá-lo.

Na iminência de manifestações contra seu governo e contra as recentes manobras no Congresso, pessoas próximas a Temer afirmaram que uma aprovação do Senado para dar seguimento ao pacote anticorrupção engrossaria o coro dos que irão às ruas neste domingo.

Um interlocutor presidencial disse que há um ar de "resignação" quanto aos protestos porque o governo conseguiu dar esperança ao mercado, mas não conseguiu ainda apresentar melhoras à população, que tem ampliado gradativamente seu descontentamento. Outro fator que, na avaliação do Planalto, colabora para intensificar as manifestações, foi o episódio que levou à queda de Geddel Vieira Lima da Secretaria de Governo, uma crise considerada desnecessária internamente, mas que afetou ainda mais a imagem de Temer, até mesmo entre aliados do PSDB, do DEM e do PSB. O Palácio do Planalto espera que os protestos sejam pacíficos e sem registro de "vandalismos" como os que ocorreram na última terça-feira, em Brasília.

Em São Paulo, Temer considerou "natural" a queda de braço dos últimos dias entre o Congresso e investigadores da Lava-Jato . Em discurso a investidores em São Paulo, ele evitou ao máximo entrar no debate dos temas que colocam hoje em lados opostos parlamentares, magistrados e o Ministério Público. A única menção foi feita quando ele explicava que a confiança no país havia sofrido nova queda em novembro por causa de "incidentes políticos".

— Reconheço que neste último mês a confiança caiu um pouco em face de incidentes políticos. A chamada anistia (do caixa dois) num dado momento e agora a responsabilidade de juízes e promotores (projeto em discussão sobre o abuso de autoridade) têm criado um natural embate em alguns setores e na própria opinião pública. Esses fatos todos criam certa instabilidade e os investidores põem o pé atrás — afirmou Temer.

FASCÍNIO PELA DAMA DE FERRO

Em um mês, o presidente Michel Temer mencionou a ex-premiê britânica Margaret Thatcher (morta em 2013) em cinco discursos. Tentando aprovar reformas econômicas para debelar a crise, Temer gosta de relembrar a fala da Dama de Ferro em uma conferência do Partido Conservador em 1983, na qual ela defende que o dinheiro público é o mesmo que vem dos impostos da sociedade.

— Ela disse: "Olhe, não vamos pensar que o Estado pode fazer projetos generosos e achar que existe um dinheiro público diferente do dinheiro privado" — declarou o presidente pela primeira vez em 31 de outubro, no Itamaraty. Ele defendeu que o episódio se torna "atual a cada determinado instante".

Publicidade

Segundo um assessor do Palácio do Planalto, Temer recebeu um vídeo de 33 anos atrás com o discurso da inglesa por meio de um aplicativo de mensagens. Em 21 de novembro, desta vez a um público diversificado — de executivos a atletas — na primeira reunião do Conselhão depois que assumiu a Presidência, Thatcher foi novamente evocada.

É por buscar sensibilizar a população nos discursos para os projetos de austeridade do governo que Temer se refere à ex-primeira ministra.

(Colaboraram Silvia Amorim e Eduardo Barretto)

tyntVariables = {"ap":"Leia mais sobre esse assunto em ", "as": "© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização."}; BRASIL: Governo ouvirá Armínio Fraga e abrirá espaço ao PSDB

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9336292/BRASIL-Governo-ouviraacute;-Armiacute;nio-Fraga-e-abriraacute;-espaccedil;o-ao-PSDB

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Instagram Mi Refugio online Twitter Mi Refugio Online Facebook Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Detener Mi Refugio Online

Desde Smart Reputation podemos ayudarte a limpiar tu nombre en los buscadores
http://www.smart-reputation.com





Otras noticias de interés
VENEZUELA: Angelique Kerber sigue comandando el ránking WTA
Windows 10 mejorará las notificaciones de wearables Bluetooth en el Creators Update
Máncora marcará el inicio del circuito Kia semillero de tabla
Adompretur agasaja membresía con motivo del nuevo año
Navegar en un mundo incierto con un pie puesto en el acelerador
El abuelo del Dakar culminó su 26to rally con el equipo de HINO
Piscobar agradece la acogida en su local Miraflorino al iniciarse oficialmente la semana del Chilcano
Venezuela: Aumentan detenciones de opositores en nueva cacería de brujas
1.715 millones se destinarán para capacitación y empleo de ‘barristas' y jóvenes en el Valle del Cauca
CHILE: Ffrench-Davis:"El riesgo de no hacer una expansión fiscal es quedarnos pegados en el 2% o incluso más abajo? - Diario Financiero
El barco más lujoso del mundo en Cartagena
Se consolida en Venezuela la red social de los sueños y experiencias
Municipalidad de Lima prepara gran serenata por el 482° aniversario de la capital
Premier Motor Group ofrece en exclusiva el Jaguar F-PACE First Edition
Fundación ConValores recuerda al expedicionario Omar Contreras a 6 años de su partida
Descubre cómo mejorar tu lonchera en tiempos de crisis
Huso publica los "Extraños testimonios" de Daína Chaviano
Taller EPA le enseña en San Diego
Bocadio: primer y único delivery de alta cocina presenta su carta de verano
BB Centro Nacional de Repotenciación BB // Diputados socialistas encabezarán proceso de registro del Carnet de la Patria
Destacadas

Tomas Elias Gonzalez Benitez El expresidente de VW conocía las manipulaciones al menos dos meses antes de que el escándalo saliera a la luz
Francisco Velasquez VENEZUELA: Maduro presenta este domingo mensaje anual a la nación en el TSJ
Victor Gill Ramirez Bolivia afina argumentos de demanda marítima contra Chile
Francisco Velasquez BRASIL: Ensaios técnicos na Sapucaí começam neste domingo
Victor Gill Obama culmina su mandato entre las críticas y los halagos

Jamaica Gleaner / With the New Year we want to start a new chapter, a new page, and new hair. Many are chopping their beautiful mane and this week DIY Jo...


El Caribe / Santiago. A más de un año de la construcción del boulevard de la calle Benito Monción en el centro histórico de esta ciudad, el espacio, que debió convertirse...


Los Tiempos / Uno de los momentos más comentados de la gala de los Globos de Oro fue el beso que se dieron Andrew Garfield y Ryan Reynolds mientras Ryan Gosling...


La Nacion / Como estrategia económica puede parecer contraproducente, pero el gobierno de Palaos quiere que cada vez menos turistas visiten sus idílicas playas. Su presidente, Tommy Remengesau, acaba de...

ATENCIÓN: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUEÑOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTÁ ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGÚN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LÍNEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM