BRASIL: ‘What’s going on?’
 Inicio > Internacionales | Publicado el Viernes, 02 de Diciembre del 2016
BRASIL: ‘What’s going on?’


OGlobo / 02/12/2016 4:51 ‘What’s going on?’ Precisamos continuar, ainda que perplexos Dormi e acordei com uma música tocando alto na TV. Era uma pergunta. "What’s going on?’’ O que está acontecendo? As cenas não paravam, de um personagem pro outro e ninguém sabia responder. Se entreolhavam atônitos, ou interrogavam os próprios gestos de sempre, com olhares de nunca vi nada disso. O que está acontecendo? O dia 29 de novembro foi assim, aliás, o dia 29 foi o resumo dos dias que andamos vivendo neste 2016, onde ninguém consegue nem mesmo começar a responder.

Afinal, o que tá rolando? Os dias vêm assim, como que descendo destrambelhados por ladeiras íngremes, desconhecidas, cheias de curvas e lama. Ou somos levados ou assistimos a algum tombo irreversível, que nos faz lembrar de toda fragilidade de cada existência, de cada possível peça que parecia no lugar e se desloca, provocando uma hecatombe. Uma cidade de luto, que, em silêncio, sem combinar, se desloca inteira para o mesmo lugar. Esse lugar é um estádio de futebol, onde andam em círculos ou se sentam nas arquibancadas, esperando o milagre que não virá. Não virá, porque a felicidade bateu na trave do destino, que não passa de uma louca e impiedosa roleta-russa. A bola não vai entrar. O destino não respeita os caminhos, as condutas, as vitórias, as vésperas dos grandes acontecimentos pelos quais lutamos feito loucos. Eles são tantos, eles olham pro céu, olham pros contornos do horizonte, se<SW><YR> abraçam e cantam, "o que está acontecendo"?

Outro dia li, na Linha do Tempo de Manoela Miklos: "2016, o que foi que eu te fiz?". Foi no dia do resultado de uma eleição, não me lembro se aqui ou nos Estados Unidos. Tanto faz, o que foi que eu te fiz? Claro que fazemos mil coisas erradas todo dia, mas como fomos ficando assim tão maus, assim tão cínicos, assim tão grossos? Podemos e devemos nos perguntar esse tipo de coisa, não é? E devemos ter fé em algo. Eu tenho fé que, um dia, todas as crenças serão aceitas e respeitadas. Eu não sei rezar, mas sei que Santo Agostinho dizia que quem canta, reza duas vezes. Achei bonito, me senti praticamente uma santa! Pra mim, ter fé é ter amor, é olhar pro lado, é verdadeiramente se importar com a maneira como as coisas andam. E elas não andam bem, não é?

Porque tá rolando um ódio explícito, maus tratos por segundo, estupros de hora em hora. E quando cai do céu um avião, a gente sente um medo ainda diferente. Esquecemos o quanto esse meio de transporte é seguro, legitimado pelas estatísticas, e o quanto nossa fragilidade voa por aí, nas mãos dos outros. Se voar é o contrário de viajar, melhor entrar, acionar uma certa amnésia ou desligar algum instinto durante aquelas horas. Você entra num compartimento, num recipiente de aço, e sai dele depois de se deslocar. E, aí sim, começa a viagem. Voar é pura abstração, quando se é um reles passageiro. Se for passageiro assíduo, acha que conhece todos os barulhos, expressões da tripulação, melhores lugares pra sentar, melhor janela pra controlar as nuvens e aguentar as turbulências.

Damos notas para os pousos, cumprimentamos os pilotos, os que se dignam a ficar de pé nos vendo ir embora. Acordei cedo e, desde cedo, fiquei vendo os sorrisos desses atletas e jornalistas que embarcaram. Chorei várias vezes. Por eles, por mim, por nós. Por tantos sonhos que não vingarão. Pensei que este ano já estava esquisito o suficiente, que não precisávamos desse desgosto sem fim, dessas imagens vazias, ocas de pessoas por trás delas. Que precisamos estar atentos pra encarar as votações absurdas que estão acontecendo. Precisamos continuar, ainda que perplexos, atentos e fortes, para o que está vindo à tona e como está vindo à tona no Brasil. Mas esse avião caiu nas nossas cabeças, no nosso coração, esmagou tudo.

Não sou muito ligada em futebol, mas nos últimos tempos não parava de ouvir o nome do clube e até brincava com isso. "Lá vem a Chapecoense, gente! Ganharam do meu Botafogo, tão levando tudo!" E agora que eles simplesmente sumiram, vejo seus rostos sem parar, vejo uma vida forte que pulsava ali, um amor danado. E lamento, lamento profundo. E se acordássemos amanhã e tudo fosse um delírio? Não adianta, é real, estamos vivendo essa loucura, esse luto imenso, que não damos conta de medir.

A vida é essa pane seca, essa falta repentina de combustível, esse cálculo mal feito, porque ninguém sabe as medidas das distâncias. Ninguém sabe se volta mesmo pro Natal. O que fazer com o que está acontecendo? No momento, nos consolar. Abraçar quem perdeu tanto e tão literalmente. Podemos também decidir por uma vida mais camarada, um cotidiano mais humano, uns braços mais abertos. Como se fôssemos uma pista de pouso sempre possível de ser alcançada! Desculpem o caos, acordei no meio da noite, meio desesperançada.

Leia todas as colunas…

tyntVariables = { "ap" : "Leia mais sobre esse assunto em ", "as" : "© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização." }; BRASIL: ‘What’s going on?’

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9336178/BRASIL-lsquo;Whatrsquo;s-going-on?rsquo;

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Smart Reputation te ayuda a mejorar tu reputación en línea
http://www.smart-reputation.com





Destacadas

Francisco Velasquez Apple confirma compra de Shazam
Francisco Velasquez Venezolana lidera proyecto para el desarrollo de carros autónomos
Cines Unidos vuelve a batearla de Jonrón  con "Papita 2da Base"
Victor Gill Ramirez En confuso episodio, explotó camioneta a cuadras del Congreso
Maratones Los domingos más tontos del mundo
¡Una aventura Pokémon completamente nueva! Pokémon, la película: ¡Yo te elijo!
Copa Airlines fortalece su conectividad inaugurando vuelos directos a Denver
Nestlé Venezuela agradeció otro año de esfuerzo a través de la música
Más de 100 colaboradores DIRECTV, Latam y Fuandación Juguete Pendiente dijeron presente en Perú para asistir a las víctimas de las inundaciones
Un regalo "Techi" para esta navidad
Los Digital Workplaces generan satisfacción y compromiso en los equipos
Celebra junto a los tuyos este fin de año en  Hilton Garden Inn Barranquilla

13:27. Lima, dic. 14. El tramo de la carretera Villa Rica-Puerto Bermúdez, de la Red Vial Nacional PE5N, ubicada en la provincia de Oxapampa, región Pasco, y que resultó afectada...


14:00. Lima, dic. 14. Para ellos no hay obstáculo imposible. Ni la accidentada geografía de Ulcumayo, en Junín, amilana a los pobladores del centro poblado Pampa Seca que, con la...


THE Ministry of Works and Transport has begun replacing the speed limit signs to reflect the new 100 kilometre per hour limit soon to be enforced. This according to Highways...


Officers of the Professional Standards Bureau have new information on the female police officer seen in a social media photo holding a child and a gun. In the images, the...

ATENCION: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUENOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTA ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGUN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LINEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM