BRASIL: No estádio do Atlético Nacional, o grito de gol dum campeonato-sonho
 Inicio > Internacionales | Publicado el Viernes, 02 de Diciembre del 2016
BRASIL: No estádio do Atlético Nacional, o grito de gol dum campeonato-sonho


OGlobo / MEDELLÍN - Naquela hora, às 21h45 da última quarta-feira, deveria ter soado um apito iniciando a primeira partida da final da Copa Sul-Americana entre Chapecoense e Atletico Nacional. No mesmo Atanasio Girardot onde normalmente se comemora, se chora de alegria e se grita para incentivar, ontem se ouviam lamentos e palavras de conforto.

Conforto a quem não se conhecia pessoalmente, mas com os quais mantinham vínculos gravados em jogadas, defesas milagrosas, gols celebrados. Não saberia dizer se foi somente o fenômeno do futebol, capaz de reunir e gerar confraternizações impensáveis. Não sei se foi a extrema solidariedade na dor dos habitantes de Medellín.

Veja também Choro e orações em funerária após tragédia com avião da Chapecoense Goleiro da Chapecoense passa por cirurgia e nova amputação é descartada Sogro de piloto do avião da Chape: ‘Se houve erro, pedimos perdão aos familiares’ Índios da Aldeia Condá fazem ritual de velório em estádio da Chapecoense Apesar de as velas terem sido "proibidas", num incentivo ao uso da tecnológica homenagem com flashes dos celulares, a desobediência civil e a beleza das chamas venceram. Para uns, a luz das velas iluminaria os novos caminhos das vítimas, para outros, incensaria as dores dos familiares.

"Hinchas" (torcedores) do Nacional e gente que não acompanha o esporte, todos criaram e cantaram em uníssono canções de apoio às equipes com letras adaptadas, num tributo às vítimas. Aplausos às duas bandeiras enlutadas postas sobre o gramado onde se decidiria a primeira final da Copa Sul-Americana. Aplausos às oferendas de flores. Aplausos apesar da dor. Aplausos como homenagem.

Na "cancha" do estádio Atanasio Girardot, se jogou um "partidazo", como disse uma senhora que, acompanhada de seu filho de 6 anos, vestia branco e agitava flores e velas ao ritmo das canções.

— Aqui se demonstrou que o homem ainda tem sentimento, que pode se solidarizar até mesmo com quem não conhece pessoalmente — disse ela.

Uma entre tantos que, vestidos em branco, agitavam bandeiras da Chapecoense e do Brasil dentro do estádio. Do lado de fora, uma multidão tentava entrar na arena, já com as portas fechadas para evitar superlotação. Não desistiam de prestar suas homenagens também e criaram pontos ao redor do estádio onde acendiam suas velas, depositavam flores e oravam. Em cada bar e restaurante, em frente às televisões, torcedores ao redor acompanhavam as cerimônias.

Publicidade

Um grito de gol, coroando um campeonato-sonho, foi o que se escutou ontem no Girardot. Um grito que homenageia, que conforta, mas que também pede a apuração completa dos nomes dos responsáveis diretos e indiretos por essa tragédia.

Perdi dois amigos neste acidente, o comentarista da Fox Sports Paulo Julio Clement, que trabalhou no GLOBO, e o repórter Victorino Chermont, também da Fox Sports, com quem dividi as coberturas de várias Copas e Olimpíadas. Fiz uma foto das faixas funerárias que recordavam seus nomes, talvez uma última homenagem torta, de um fotógrafo torto, a esses caras tão queridos.

Uma das muitas faixas no estádio Atanasio Girardot em homenagem à Chapecoense - Antonio Scorza/ Agência O Globo tyntVariables = {"ap":"Leia mais sobre esse assunto em ", "as": "© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização."}; BRASIL: No estádio do Atlético Nacional, o grito de gol dum campeonato-sonho

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9336147/BRASIL-No-estaacute;dio-do-Atleacute;tico-Nacional-o-grito-de-gol-dum-campeonatosonho

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Instagram Mi Refugio online Twitter Mi Refugio Online Facebook Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Detener Mi Refugio Online





Destacadas

Victor Gill ARGENTINA: El Papa felicitó a Trump y lo llamó a defender la dignidad y la libertad en todo el mundo
Victor Gill Papa Francisco pide a Trump que no se olvide de pobres, marginados y necesitados
Francisco Javier Velasquez Códigos nucleares fueron traspasados a Donald Trump, ocurrió ante los ojos de todo el mundo 
Victor Gill El menú del primer almuerzo de Donald Trump como presidente

El País / El presidente de Cerro, Alfredo Jaureguiverry informó a Ovación, que en la noche de este viernes habrá una reunión para acordar el pase del lateral Lucas Hernández a...


El Comercio de Perú / Seguir a @Mundo_ECpe   Abajo, dos fotos aéreas del Capitolio en Washington, Estados Unidos, donde se realiza la ceremonia. A la izquierda, una de la asunción...


Venezuela Al Dia / Funcionarios del Comando Nacional Antiextorsión y Secuestros (Conas) de la Guardia Nacional Bolivariana, rescataron al Teniente coronel de la Aviación Juan Carlos Díaz Pérez, quien fue secuestrado...


Correio Popular / A Prefeitura de Campinas convoca 108 candidatos aprovados em concursos. São 98 agentes de educação infantil e 10 diretores educacionais. A relação está no Diário Oficial www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial ....

ATENCIÓN: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUEÑOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTÁ ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGÚN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LÍNEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM