BRASIL: Charada do crescimento
 Inicio > Internacionales | Publicado el Viernes, 02 de Diciembre del 2016
BRASIL: Charada do crescimento


OGlobo / 02/12/2016 0:00 Charada do crescimento Concentrado no ajuste fiscal, governo não dá sinais de saber como reverter, aqui e agora, a fraqueza do consumo e a paralisia do investimento O governo do presidente Michel Temer está prestes a se defrontar com um paradoxo. Com a provável aprovação definitiva, em duas semanas, da emenda constitucional que determina um teto para os gastos públicos, a vitória política no Congresso pode tornar mais difícil tirar a economia do profundo estado recessivo em que se encontra. Independentemente da necessidade inescapável de adotar uma regra eficaz de controle das despesas públicas, a emenda patrocinada pelo governo, ao longo do tempo, corre o risco de se tornar uma camisa de força para o crescimento.

Depois dos resultados do PIB, no terceiro trimestre de 2016, divulgados nesta semana pelo IBGE, foram reforçadas as perspectivas de que a economia ainda vai se arrastar no terreno negativo pelo menos até o fim do primeiro semestre de 2017 e só depois começaria a se recuperar — e muito lentamente — dos 10% de produção que terão sido perdidos de meados de 2014 até lá. Para pelo menos mitigar o desemprego ainda ascendente e ajudar a reduzir o endividamento de famílias e empresas, fatores que fazem prever uma retomada sem viço e, entre outros, testarão a paciência popular com o governo, tão cedo a PEC aprovada nada poderá fazer.

Seus eventuais benefícios só começariam a dar o ar da graça bem mais à frente.

Acontecerá o mesmo com a reforma da Previdência. Prevista no roteiro da política econômica do governo para entrar em cena logo depois da aprovação da PEC dos gastos, a discussão da readequação restritiva dos gastos previdenciários, nos termos indicados pelo governo, só apresentará resultados, se aprovada, muito adiante. Como atuar, aqui e agora, para reverter, o mais rápido possível, a fraqueza do consumo e a paralisia do investimento — atendendo, inclusive, ao tempo político que se mostra cada vez mais escasso — é a charada que a louvada equipe econômica do governo ainda não deu sinais de estar de posse da chave para resolvê-la.

O que levou Temer, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e os economistas do governo a apostar todas as fichas na aprovação da PEC do teto dos gastos foi a crença numa concepção econômica nascida nos primórdios da crise global de 2008, segundo a qual programas de austeridade fiscal, ao contrário do que rezavam as teorias estabelecidas, mesmo enxugando os gastos públicos — e, portanto, ajudando a retrair a demanda agregada da economia —, poderiam promover expansão do nível de atividades.

Moldada sob medida para economias às voltas com crises de solvência, a teoria da "contração expansionista" estabelecia um roteiro virtuoso em que a perspectiva de reequilíbrio das contas e da redução das dívidas públicas promovia a reconstrução da confiança de indivíduos e empresas no futuro econômico, a partir da qual haveria a retomada dos investimentos e, na sequência, do emprego, da demanda e do crescimento. A crença no valor restaurador das expectativas e na indução dos índices de confiança, contudo, em nenhum caso conhecido produziu um processo incontestado na direção prevista na teoria — o investimento sombreado pelo endividamento não sai do chão. Para reforçar os pontos de interrogação a respeito do valor prático da teoria e justificar sua crescente descrença nos meios acadêmicos, oito anos depois, ainda estão aí, claudicantes, para dizer o mínimo, as economias maduras que adotaram o modelo.

A aposta do governo Temer na reversão das expectativas antes muito pessimistas e na produção de índices de confiança suficientemente robustos para destravar os investimentos e relançar a economia, a partir de seu engajamento no esforço de ajuste fiscal, pareceu dar certo nos primeiros meses. Não resistiu, porém, às condições objetivas adversas em que se encontra a economia, mesmo que a contração fiscal prometida ainda não tenha se configurado. Ao concentrar sua ação na lógica da "contração expansionista", o governo Temer dá passagem à lembrança de uma das melhores frases do grande frasista Millôr Fernandes: "Quando as ideias ficam bem velhinhas, elas chegam no Brasil."

___________

Com esperança renovada em novos e bons tempos, voltamos em janeiro.

José Paulo Kupfer é jornalista

Leia todas as colunas…

tyntVariables = { "ap" : "Leia mais sobre esse assunto em ", "as" : "© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização." }; BRASIL: Charada do crescimento

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9335892/BRASIL-Charada-do-crescimento

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Última tecnología en grabado láser para acrílicos madera y MDF
http://artelaser21.com/







Otras noticias de interés
Mega-Sena pode pagar neste sábado maior prêmio do ano
Táchira: Retornó al aire Radio Mundial tras sufrir ataque el pasado jueves
VENEZUELA: Miranda: Localizan cuerpo de una mujer mutilado y en avanzado estado de descomposición
Em São Paulo, desfile das campeãs termina em confraternização
Gobernador Clark: "La patria requiere ser defendida y Alí nos inspira a hacerlo"
Bus Café fortalece circuito cultural del Centro Histórico de Coro
Bobsled do Brasil estreia neste domingo nos Jogos de Inverno na Coreia do Sul
VENEZUELA: Policía alemana busca a "acosador" que mandó más de 100 pizzas
GNB recupera 600 litros de combustible que fueron hurtados de la refinería Amuay
VENEZUELA: ¡Estas presidenciales no son unas elecciones!, por Leandro Rodríguez Linárez
Carros alegóricos já estão na Sapucaí para desfile das campeãs
¿Por qué dolarizar la economía venezolana?, por el economista Juan José Gámez Maza
Adolescente de 15 años muere asfixiado en medio de un incendio
Hija de Charlie Zaa sobrevivió de la Masacre de Florida
Detenido profesor de secundaria por violencia sexual hacia dos estudiantes
Esta es la forma de evitar que alguien borre un mensaje de WhatsApp
Gregorio Graterol: Fortalecimiento de un Frente Amplio es clave para definir los próximos pasos en Unidad
El Barcelona ganó en casa del Eibar y mantiene su invicto en La Liga
Equipe de interventor militar no Rio poderá ser composta também por civis
65 personas murieron en centros de detención preventiva en 2017
Destacadas

La verdad sobre el ajusticiamiento de un PTJ en Caricuao
Tomas Gonzalez La Vinotinto venció con comodidad a Estudiantes de Mérida
Tomas Elias Gonzalez Venezolanos con residencia legal permanente podrán votar en el extranjero
Victor Gill VENEZUELA: CNE: Los venezolanos disponen hasta el 20 de febrero para el corte del Registro Electoral
Gonzalo Morales VENEZUELA: Venezuela y Egipto evalúan proyectos de petróleo y gas
Francisco Javier Velasquez ¿Envejecer? Ronaldo conoce el elixir de la eterna juventud en Champions
Victor Gill GLOBALES: Google reduce sus beneficios ante cargas por reforma fiscal en EE.UU.
Victor Gill GLOBALES: LinkedIn tendrá su propio Window 10 en EE.UU.
Gonzalo Morales Estudiantes piden cuidar el planeta
Gonzalo Morales VENEZUELA: Maduro solicitó al CNE extender Registro Electoral hasta #25Feb
Gonzalo Morales GLOBALES: Venezuela podría reabrir consulado en Miami
Francisco Velasquez Brasil diseña una gran acción humanitaria en la frontera con Venezuela

Negocia en Miami / Creado en julio de 1981, los Ranchos de Steakhouse proporciona comida y servicio de calidad en un ambiente cálido de estilo familiar. Los Ranchos es reconocido como...


La Verdad de Vargas / Photo Credit To Cortesía   *Aseguran que es insostenible mantener el pasaje en Bs. 4.000, cuando un  café pequeño cuesta Bs. 5.000   Bárbara Rondón  ...


Negocia en Miami / ¡Google presenta en octubre su nuevo Smartphone! El lunes Google anunció la presentación oficial de su nuevo Smartphone que será la realizada el próximo 4 de  octubre...


La Prensa de Lara / Las autoridades del Caraballeda Yatch & Golf Club cuestionan la expropiación de los campos de golf ordenada por el gobernador de Vargas, Jorge Luis García Carneiro....

ATENCION: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUENOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTA ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGUN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LINEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM